Liturgia
Os Padres da Igreja ao ritmo da Liturgia
Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus
«Bendito quem confia no Senhor e põe no Senhor a sua esperança. É como a árvore plantada à beira da água, que estende as suas raízes para a corrente: nada tem a temer quando vem o calor e a sua folhagem mantém-se sempre verde; em ano de estiagem não...
ver [+]
Os Padres da Igreja ao ritmo da Liturgia
«Faz-te ao largo e lançai as redes para a pesca»
Depois sentou-Se e do barco pôs-Se a ensinar a multidão. Quando acabou de falar, disse a Simão: «Faz-te ao largo e lançai as redes para a pesca». Respondeu-Lhe Simão: «Mestre, andámos na faina toda a noite e não apanhámos nada. Mas, já que o dizes, lançarei as redes».
ver [+]
Os Padres da Igreja ao ritmo da Liturgia
«Tudo é vazio e supérfluo sem a caridade»
Agora vemos como num espelho e de maneira confusa, depois, veremos face a face. Agora, conheço de maneira imperfeita, depois, conhecerei como sou conhecido. Agora permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e a caridade; mas a maior de todas é a caridade.
ver [+]
Os Padres da Igreja ao ritmo da Liturgia
O ambão: símbolo do túmulo vazio, presença eficaz do anúncio da Ressurreição do Senhor
Todo o povo ouvia atentamente a leitura do Livro da Lei. O escriba Esdras estava de pé num estrado de madeira feito de propósito. Estando assim em plano superior a todo o povo, Esdras abriu o Livro à vista de todos; e quando o abriu, todos se levantaram.
ver [+]
OS PADRES DA IGREJA AO RITMO DA LITURGIA
«Fazei tudo o que Ele vos disser»
Naquele tempo, realizou-se um casamento em Caná da Galileia e estava lá a Mãe de Jesus. Jesus e os seus discípulos foram também convidados para o casamento. A certa altura faltou o vinho. Então a Mãe de Jesus disse-Lhe: «Não têm vinho». Jesus respondeu-Lhe:...
ver [+]
A Liturgia ao ritmo dos Padres da Igreja
O Baptismo
Quando todo o povo recebeu o baptismo, Jesus também foi baptizado; e enquanto orava, o céu abriu-se e o Espírito Santo desceu sobre Ele… E do céu fez-se ouvir uma voz: «Este é o meu Filho muito amado: em Ti pus toda a minha complacência». (Lc.
ver [+]
Anterior    1      Próximo
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Pode dizer-se que as Bem-Aventuranças correspondem a um dos textos centrais da civilização moderna....
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
No passado dia 11 de Fevereiro, festa de Nossa Senhora de Lourdes, completaram-se doze anos sobre o...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES