Entrevistas
Movimento dos Convívios Fraternos celebra 50 anos
“Proporcionar um encontro de anúncio querigmático”
Não é um movimento de acompanhamento, mas de anúncio. O Movimento dos Convívios Fraternos celebra 50 anos e ambiciona voltar a organizar um Convívio no Patriarcado. O jovem Rui Teixeira, da organização em Lisboa da presença da Cruz Jubilar deste movimento,...
ver [+]
Maria Teresa Antunes, diretora geral da Casa do Gaiato de Lisboa
“Deus existe nesta casa, e providencia”
Em 2006, a gestão da Casa do Gaiato de Santo Antão do Tojal, em Loures, passou para o Patriarcado de Lisboa. Doze anos depois – e no ano em que a instituição assinala o 70º aniversário –, foi assinado o primeiro acordo de cooperação com a Segurança Social.
ver [+]
Padre Duarte Morgado, presidente da direção da Confraria do Círio dos Saloios de Nossa Senhora do Cabo Espichel
“Perceber que a Mãe de Deus está entre nós”
O Círio Saloio de Nossa Senhora do Cabo Espichel “é das tradições mais antigas da nacionalidade portuguesa”, que deve ser “aproveitada pelas paróquias que a recebem como uma oportunidade pastoral”. A opinião é do presidente da...
ver [+]
João Luís Fontes, coordenador da obra ‘Bispos e Arcebispos de Lisboa’
“Projetar o futuro” conhecendo a “memória que trazemos”
Potâmio, no século IV, é apenas o primeiro nome conhecido de um Bispo de Lisboa. Até 1716, ano da qualificação patriarcal, muitos se seguiram na condução da diocese. Os seus legados, percursos e outros aspetos são agora apresentados na obra ‘Bispos e Arcebispos de Lisboa’.
ver [+]
José Maria Seabra Duque, porta-voz da campanha ‘Toda a Vida tem dignidade’
“Há uma sociedade que é claramente contra a eutanásia”
“Dar voz” à sociedade que rejeita a eutanásia é o objetivo da concentração junto à Assembleia da República, marcada para terça-feira, 29 de maio. Em entrevista ao Jornal VOZ DA VERDADE, o porta-voz da organização e da campanha ‘Toda...
ver [+]
Pedro Vaz Patto, jurista e presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz
“A legalização da eutanásia tem consequências sem paralelo”
A inconstitucionalidade e a falta de “legitimidade democrática” são dois dos fatores apontados pelo jurista Pedro Vaz Patto para colocar em causa a aprovação da lei da eutanásia. A poucos dias da discussão do tema, no Parlamento, o presidente...
ver [+]
Pedro Afonso, presidente da Associação dos Médicos Católicos Portugueses
“Sempre que a política se sobrepôs à medicina os resultados foram desastrosos para a humanidade”
O presidente da Associação dos Médicos Católicos Portugueses, Pedro Afonso, garante que “a vida humana não é referendável” e critica a ideia de que, no debate sobre a eutanásia, os católicos sejam vistos como “retrógrados”. Em...
ver [+]
Anterior    1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16      Próximo
A OPINIÃO DE
Pe. Alexandre Palma
Não aprecio o género. Não só por isso, mas também por isso, nem sequer sou conhecedor da matéria. Mas,...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
A comunicação social vem acompanhando com todo o interesse, quase como se de uma novela se tratasse,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES