Domingo
À procura da Palavra
A loucura de amar
Não é por acaso que o Evangelho deste Domingo pertence ao relato da Paixão segundo S. João que lemos em Sexta-Feira Santa. Se existe mistério por excelência em que se manifesta o poder da realeza de Cristo, é o da Cruz. Cristo “Rei” não...
ver [+]
À procura da Palavra
O mundo que há-de vir
Termina assim o Credo: “Espero… a vida do mundo que há-de vir.” Quantas vezes o dizemos quase sem pensar?! Que vida é essa, e que mundo virá, senão aquele que já veio com a ressurreição de Jesus? Somos os actores já desse mundo novo, desse Reino à nossa porta.
ver [+]
À procura da Palavra
Muito ou pouco? Tudo!
É curiosa a relação entre o “muito” e o “pouco”. Muitas palavras são sinal, por vezes, de poucos gestos concretos; muitas ideias, pouco trabalho; “muita parra, pouca uva” como dizem os sábios do povo. Quando passamos...
ver [+]
À procura da Palavra
613
Este é o número de preceitos e mandamentos que os rabinos do tempo de Jesus tinham encontrado nos cinco primeiros livros da Bíblia. Cumpri-los era a tarefa que cada judeu devia abraçar. 365 (como os dias do ano) eram as acções a evitar; 248 (como os membros do corpo) as acções a praticar.
ver [+]
À procura da Palavra
Ver e seguir
Hoje em dia, vemos tudo a uma velocidade imensa. Das 24 imagens por segundo com que a televisão nos bombardeia aos écrans de telemóveis e tablets, parecemos perdidos na abundância das imagens. Numerosos especialistas alertam para os problemas precoces...
ver [+]
À procura da Palavra
A glória sem poder
Há livros nos quais tropeçamos várias vezes na vida. São como velhos amigos que encontramos, e parece que foi ontem que estivemos juntos. “O poder e a glória” de Graham Greene é um desses meus amigos. Foi com encanto que o revisitei durante...
ver [+]
À procura da Palavra
A maior riqueza
Quem não gostaria de ser rico? E “rico de quê?”, poderíamos logo perguntar. Pois se, no imediato, associamos a riqueza à abundância de bens materiais que podemos possuir, quando pensamos um pouco descobrimos logo riquezas que não podem ser compradas nem comparadas.
ver [+]
Anterior    1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16      Próximo
A OPINIÃO DE
P. Manuel Barbosa, scj
No momento em que traço estas notas, o mundo anda em rebuliço: vastíssimos incêndios a ceifar vidas...
ver [+]

António Bagão Félix
Escreveu Miguel Torga na sua carta ao romancista e poeta brasileiro Ribeiro Couto (“Traço de...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES