Artigos
Pedro Vaz Patto
Coerente e credível
«A defesa do inocente nascituro (…) deve ser clara, firme e apaixonada, porque neste caso está em jogo a dignidade da vida humana, sempre sagrada, e exige-o o amor por toda a pessoa, independentemente do seu desenvolvimento. Mas igualmente sagrada...
ver [+]
Pe. Alexandre Palma
Que quer o Estado dos crentes?
Passou (quase) desapercebido entre nós. E se alguns ecos dele a nós chegaram, não foi por causa da substância do que aí efectivamente se disse. Foi antes pela polémica mediática que ao seu redor se quis iniciar. Falo do recente discurso de Emmanuel...
ver [+]
Henrique Joaquim
Conciliar Família, trabalho e impacto social
Se calhar é cada vez mais um lugar comum dizer que o contexto atual em que vivemos no desafia crescentemente em muitas coisas, nomeadamente na conciliação entre o trabalho, a vida familiar e a nossa responsabilidade social. Face aos ritmos que vivemos...
ver [+]
P. Manuel Barbosa, scj
Economia ao serviço da missão
«Devemos dizer não a uma economia da exclusão e da desigualdade social. Esta economia mata… O dinheiro deve servir e não governar» (EG 53.58). Esta citação do Papa Francisco vem a propósito de um recente documento da Santa Sé dirigido particularmente...
ver [+]
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Santidade ou felicidade?
Para muitos o dilema ainda existe: optar pela santidade, abdicando da felicidade terrena ou, pelo contrário, apostar na realização terrena, pondo de lado a aspiração espiritual à perfeição da caridade.   É verdade que esta aparente oposição entre a...
ver [+]
Guilherme d’Oliveira Martins
«Alegrai-vos e Exultai»…
«Gosto de ver a santidade no povo paciente de Deus: nos pais que criam os seus filhos com tanto amor, nos homens e mulheres que trabalham a fim de trazer o pão para casa, nos doentes, nas consagradas idosas que continuam a sorrir. Nesta constância de...
ver [+]
Isilda Pegado
De quem és?
1 – Com o avançar da idade, alimentamos uma fila imensa de amigos, colegas, conhecidos ou vizinhos que muito nos preenche e encanta. É bom ver o Xico, ou a Joana, e perguntar-lhe “o que tens feito?”. Ouvir histórias reais, contadas na primeira pessoa.
ver [+]
Anterior    1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20   21   22   23   24   25   26   27   28   29   30   31   32   33   34   35   36   37   38   39   40   41   42   43   44   45   46   47   48   49   50   51   52   53   54   55   56   57   58   59   60   61   62   63   64   65   66   67   68   69   70   71   72   73   74   75   76   77   78   79   80   81   82   83   84   85   86   87   88   89   90   91   92   93   94   95   96   97   98   99   100   101   102   103   104   105   106   107   108   109   110   111   112   113   114   115   116   117   118   119   120   121   122   123   124   125   126   127   128   129   130   131   132   133   134   135   136   137   138   139   140   141   142   143   144   145   146   147   148   149   150   151   152      Próximo