Lisboa |
Cursilhos de Cristandade
Bispo Auxiliar convida a dizer «sim» a Deus
<<
1/
>>
Imagem

Presente na Ultreia Temática dos Cursilhos de Cristandade, D. Joaquim Mendes, Bispo Auxiliar de Lisboa, considera que o grande desafio que se coloca hoje aos cristãos é terem “a coragem de arriscar, arriscar o «sim» a Deus, como Maria”.

 

Na igreja da Ressurreição, em Cascais, D. Joaquim reflectiu sobre o tema ‘Maria Santíssima e a Palavra de Deus’, tendo salientado que “o mistério da Anunciação e a incarnação de Jesus levam-nos a olhar para Nossa Senhora, antes de mais, como a grande crente em Deus e na sua Palavra”.

O Bispo Auxiliar recordou depois o Evangelho da anunciação, em que “Deus irrompe na vida de Maria, uma jovem que, como tantas jovens do seu tempo, tinha os seus projectos e sonhos de ser esposa e mãe, de casar-se com um jovem bom, da sua terra, José. (…) Não sem dificuldade e sem sofrimento, eles foram capazes de renunciar aos seus sonhos, aos seus projectos pessoais, para acolherem, e fazerem seus os sonhos e os projectos de Deus. E começa aqui uma bela história, uma aventura maravilhosa de fé e de acolhimento da Palavra de Deus, que transformou a história, chegou até nós e nos envolve, como crentes, e que nós somos chamados a continuar”. Neste sentido, convidou os cristãos a dizerem «sim» a Deus. “A coragem de arriscar, arriscar o «sim» a Deus, como Maria, é o grande desafio que Deus hoje nos coloca: colocou a mim e coloca a vós. Para arriscar o «sim», é preciso ter fé, é preciso acreditar em Deus e na sua Palavra”, garantiu D. Joaquim Mendes.

 

Informações: www.mcc-grandelisboa.webnode.pt

A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
No passado dia 18, ocorreu o centenário do nascimento de São João Paulo II. O último Papa a ser canonizado...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
À memória de João Gomes, discípulo do Cardeal Cardijn e dirigente da JOC. Vivemos um estranho paradoxo.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES