Missão |
Instituto Diocesano da Formação Cristã, Escola de Leigos
Curso ‘Missão Hoje’ arrancou em Miraflores
<<
1/
>>
Imagem

‘13 de Fevereiro – 4 de Junho’ é o arco temporal do I Curso ‘Missão Hoje’, a decorrer na Igreja de Miraflores – Algés. Mais de 50 pessoas marcaram presença no primeiro encontro. Ali serão desenvolvidos e debatidos 15 grandes temas. Haverá espaço para oração, testemunho missionário, livros e revistas, e exposição de projectos, grupos e movimentos. ‘Mais e melhor Missão’ é o objectivo do Sector de Animação Missionária que coordena o Curso.

 

Missão em Lisboa

13 de Fevereiro, noite fria, corações quentes. Nem uma temperatura a rondar o negativo impediu que cerca de 50 pessoas rumassem até Miraflores para o arranque oficial e em força do Curso ‘Missão Hoje’, coordenado pelo Sector de Animação Missionária do Patriarcado de Lisboa (SAMPL).

A ideia vinha de longe e o curso foi ganhando corpo ao longo do último ano. O SAMPL elaborou um alinhamento de temas e, depois, foi à procura de quem os melhor pudesse preparar e partilhar. Definiram-se os quinze grandes temas que vão ocupar as noites de 2ª feira na Igreja de Miraflores até 4 de Junho.

 

Abertura Solene

A abertura foi solene. Os inscritos vieram de diversas Paróquias, Congregações e Movimentos. Os rostos mostravam a alegria de quem quer aprofundar as razões da Missão que já lhes tomou conta do coração. Ali estiveram, lado a lado, padres e irmãs, jovens e adultos, numa paisagem de rostos muito plural.

O grupo dos Jovens Sem Fronteiras da Serra das Minas (Rio de Mouro) assegurou a animação musical, desde o acolhimento, à separação dos diversos momentos, até à oração conclusiva. Este sentido de festa marcou um primeiro encontro que, à saída, os participantes confessaram ter sido muito bom.

 

Intervenção de D. Joaquim

Após palavras de saudação do P. Nuno Tavares (do IDFC) e do Cónego Daniel Batalha (pároco de Algés, anfitrião do Curso), D. Joaquim proferiu a conferência inaugural: ‘Razões para aprofundar o sentido da Missão’. Apostou na encíclica que João Paulo II escreveu em 1990, a ‘Missão do Redentor’, referência obrigatória para quem quer percorrer e perceber os caminhos da Missão hoje.

Este documento celebrou os 25 anos do decreto ‘Ad Gentes’ saído do grande Concílio Vaticano II, cujos 50 anos começamos a celebrar com solenidade com o Ano da Fé.

Citando o texto, D. Joaquim lançou o desafio a um maior impulso missionário da Igreja. Trata-se de uma Missão onde, para além dos critérios geográficos, há que ter em conta critérios sociológicos e culturais.

Conclui o documento que a Missão continua actual e urgente, pois está ainda no começo. A actividade missionária tem de ocupar o primeiro lugar na Evangelização.

 

O plano do Curso

O Curso ‘Missão Hoje’, com 15 sessões, foi apresentado em powerpoint para que todos pudessem ver a unidade que está por detrás de tanta diversidade. Eis os conteúdos, os formadores convidados e as datas:

Da Evangelii Nuntiandi à Redemptoris Missio – Tony Neves – 20 fev; Igreja Portuguesa e Missão: Carta Pastoral 2010 – Fernanda Ramalhoto – 27 fev; Missão orientada pela Bíblia – P. Manuel Abreu – 5 março; Missão e Vocação: ‘Vem e segue-Me’ – P. Daniel Batalha – 12 março; Missão e Espiritualidade – Ana Mansoa – 19 março; Justiça, Paz e Integridade da Criação – P. Boaventura – 26 março; Partir…Missão lá fora – Irmã Emanuel e Irmã Joana –16 abril; Missão na Igreja Local – P. Nélio Pita – 23 abril; Voluntariado, Solidariedade e Missão – ‘Mover Mundos’ / Mónica Costa – 30 abril; Missão, Media e Desenvolvimento – Nádia Espada / P. Tony Neves – 7 maio; Maria e Missão – P. António Leite – 14 maio; Missão, Culturas e Religiões – P. J. Antunes/ Lúcia Pedrosa – 21 maio; O papel das Obras Missionárias Pontifícias e do SAMPL – P. António Lopes / P.Tony Neves – 28 maio; Como dinamizar as Comunidades para a Missão? Avaliação – P. Daniel Batalha – 4 junho.

Após momento de perguntas e respostas, o primeiro encontro terminou com uma oração e a promessa de todos/as de estar presente em todas as sessões. Haverá sempre a funcionar uma biblioteca missionária, uma banca com revistas missionária e um espaço de exposição onde, semana após semana, uma paróquia, um grupo, um movimento ou uma congregação poderá mostrar quem é e o que faz. Em todas as sessões haverá um espaço dedicado ao testemunho missionário em primeira pessoa.

 

Até 4 de Junho…

A Missão vai encher Miraflores nos próximos tempos. E de Miraflores vai espalhar-se pelos quatro cantos do Patriarcado. A Missão, fruto do Espírito Santo, é mesmo assim: alastra e transforma.

Tony Neves
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
Pe. Alexandre Palma
Quais serão as realizações da Igreja em Portugal, fruto do seu empenho e compromisso, minimamente nacionais?...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
O príncipe Harry e a esposa, Meghan Markle, declararam que não pretendem ter mais do que dois filhos,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES