Missão |
Alexandra Almeida, Grupo ‘Tuala Kumoxi’
Unir a Paróquia de Famões ao povo de Nambuangongo
<<
1/
>>
Imagem

A Alexandra nasceu em Lisboa, foi baptizada em Espanha, mas a sua vida cristã tem a marca da Paróquia de Famões. Licenciada em Relações Públicas e Publicidade, sente que a intensidade da sua vida missionária e a sua abertura à Igreja universal tem um ponto de partida: a geminação, em 2003, da Paróquia de Famões com a Comunidade de Nambuangongo, no Caxito, Angola.

 

O Projecto ‘Tuala Kumoxi’ colocou Famões em estado de Missão permanente, envolvendo os sucessivos Párocos e os Leigos da Comunidade Paroquial. Desde 2009 que o mês de Agosto só tem um lugar para a Alexandra: Nambuangongo. 2012 não será excepção.

 

‘Estamos juntos’…

A guerra colonial e civil tinha arrasado Nambuangongo e, por isso, desde 1961 que não havia ali Pároco. Quando, a partir do Caxito, a área começou a ser visitada pelos Missionários, aparece a geminação (23 de Novembro de 2003), assinada pelos então Párocos de Famões (P. Daniel Batalha) e do Caxito (P. Luis Yepes). E, desde o início desta história, entra em cena a Alexandra.

A primeira visita de Famões a Nambuangongo foi em 2004, nascendo o projecto ‘Tuala Kumoxi’ que quer dizer ‘Estamos juntos’, em quimbundo. A Evangelização, a Educação, a Saúde, a reabilitação de infra-estruturas foram (e são) as grandes áreas de intervenção deste projecto.

 

Famões – Nambuangongo

Só em 2008 se tinham reunido condições para a partida de uma equipa missionária. Conta a Alexandra: “Em Nambuangongo, o trabalho que vamos realizar é sempre articulado com os Missionários e responsáveis locais. Nós procuramos saber quais as necessidades da Paróquia e preparamo-nos nesse sentido (p.e. formação para catequistas, acólitos, oração, etc)”.

O projecto envolve toda a Comunidade de Famões e não apenas o grupo de 3 ou 4 que, Verão após Verão, parte para Angola. Estes são escolhidos entre os que estão mais empenhados na Paróquia.

 

A força de uma Geminação

Após a criação da Diocese do Caxito, o Bispo D. António Jaka já foi a Nambuangongo (há 50 anos que não viam um Bispo!), nomeou um Pároco, o P. Walter Maccali e enviou uma Comunidade de Irmãs Missionárias de Cristo Mediador (Irmãs Cláudia e Lupe). “São sinais de esperança” – confessa a Alexandra.

Embora integre o projecto desde o primeiro dia, a sua partida para Angola só aconteceu cinco anos depois, em Agosto de 2009, com o Hugo e o Serafim. Estiveram nas aldeias de Ngombe e Zemba, a 80 kms e dez horas uma da outra! Caminhos impossíveis, sem electricidade, telefone, água canalizada… cedo percebeu que o importante é “estar com as pessoas, conhecê-las”. A Alexandra ficou marcada para sempre “pela disponibilidade dos catequistas, pela coragem das mães, pela fé simples do povo, pela partilha apesar da pobreza, pela alegria das crianças e dos jovens”.

 

Missão 2010

A Missão 2010 deixou uma marca especial pois, dos quatro que partiram, dois são agora padres diocesanos: o Hugo Gonçalves e o Ivo Santos. A Alexandra e a Marisa equilibraram a equipa missionária: “Pude ESTAR com o povo, experiência única e que nunca me importo de repetir, porque o que nos impele a sair de cá, a percorrer tantos quilómetros, a dar um pouco mais de nós, a deixar para trás algumas comodidades e embarcar rumo a Nambu, é JESUS e é por isso que a Missão faz sentido, porque foi Ele que nos enviou e envia a toda a hora” – conta a Alexandra.

 

Missão 2011

A Missão 2011 é marcada pelo regresso do Hugo já Ordenado Padre, que fez equipa com a Alexandra e o João Clemente, seminarista de Caparide: “Nota-se que a Igreja está a crescer e isto vê-se através de pequenas coisas, como o acordar cedo para ir à Missa, rezar o terço, rezar laudes antes de ir para a lavra, percorrer grandes distâncias para alcançar os meios de formação (unidade de vida) … Uma vez mais, o acolhimento que estas comunidades nos fazem deixa transparecer a sua generosidade e disponibilidade de coração” – diz a Alexandra. 

 

A Missão começa aqui…

De malas quase feitas para lá voltar este Verão, a Alexandra deixa este testemunho: “Sou constantemente desafiada a estar, a partir em Missão, quer indo a Nambu, quer na minha paróquia, no meu trabalho e junto da minha família. Tudo é missão, porque em todos os momentos somos desafiados a sair de nós mesmos, a amar o outro como ele é, a dar mais… é uma caminhada contínua, mas só possível, porque não a fazemos/caminhamos sozinhos. É Jesus, que nos impulsiona e nos guia. É por Ele, com Ele e n´Ele que partimos”.

 

 

PERFIL

 

1975 – Nascimento em Lisboa

1976 – Baptismo em Espanha

1992 – Crisma em Famões

1997 – Catequista em Famões

2003 – Geminação das Paróquias de Famões e Nambu

2003 – Nascimento do Grupo Tuala Kumoxi

2009/11 – Missões em Nambuangongo

Tony Neves
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Neste tempo, em que o individualismo parece imperar, apesar da destruição que gera na Sociedade,...
ver [+]

P. Duarte da Cunha
Que todos os homens querem ser felizes não parece ser objecto de discussão entre pessoas sãs. Todos queremos, de facto, ser felizes.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES