Roma |
A uma janela de Roma
Papa parte de férias e pede tempo para Deus e para quem sofre
<<
1/
>>
Imagem

Castel Gandolfo acolhe o Papa, nos meses de Julho e Agosto, para um tempo de repouso. Na semana em que foi conhecido o programa oficial da visita de Bento XVI ao Líbano, o Papa entregou o pálio a 43 arcebispos e nomeou o novo prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. Finalmente, o site de notícias ‘news.va’ assinalou o primeiro ano de vida com o lançamento da versão portuguesa.


1. O Papa partiu esta semana para Castel Gandolfo, uma localidade próxima de Roma, para passar os próximos dois meses de férias. O mês de Julho é de repouso para Bento XVI, de 85 anos, pelo que as tradicionais audiências-gerais das quartas-feiras serão suspensas até dia 1 de Agosto, data em que são retomadas precisamente a partir de Castel Gandolfo. É sabido que durante os seus períodos de repouso o Papa gosta de actualizar a sua leitura, ouvir e tocar música e escrever, sendo que está em preparação o terceiro volume do seu livro sobre Jesus de Nazaré. Antes ainda de partir de férias, Bento XVI pediu tempo para Deus e para quem sofre. Foi durante a oração do Angelus, no passado Domingo, na Praça de São Pedro. As palavras do Papa foram também dirigidas aos profissionais de saúde e aos que dão assistência religiosa aos doentes. “Jesus, que está atento ao sofrimento humano, pensa também em todos os que ajudam os doentes a transportar a sua cruz, em particular os médicos, os profissionais de saúde e os que prestam assistência religiosa durante o tratamento. São ‘reservas de amor’ que trazem serenidade e esperança a todos os que sofrem”, garantiu.


2. A Santa Sé divulgou esta semana o programa oficial da visita que Bento XVI vai realizar ao Líbano, entre 14 a 16 de Setembro, para assinar a exortação apostólica do Sínodo dos Bispos do Médio Oriente. O Papa tem prevista uma visita de cortesia aos líderes políticos do Líbano, a que se segue um encontro com os chefes das comunidades religiosas muçulmanas e outro com os membros do Governo, das instituições da República e representantes do mundo da cultura. Bento XVI manterá também um encontro com jovens, encerrando a visita no dia 16 com uma Missa no centro da capital libanesa, onde deverá fazer a entrega da exortação apostólica pós-sinodal. Antes do regresso a Roma, o Papa participa ainda num encontro ecuménico no Patriarcado Siro-católico de Charfet.


3. O Papa entregou o pálio a 43 arcebispos. Foi durante a Solenidade de São Pedro e São Paulo, no passado dia 29 de Junho. “Pedro e Paulo, apesar de humanamente bastante diferentes, e não obstante os conflitos que não faltaram no seu mútuo relacionamento, realizaram um modo novo e autenticamente evangélico de ser irmãos, tornado possível precisamente pela graça do Evangelho que neles operava. Só o seguimento de Cristo conduz a uma nova fraternidade”, lembrou, assinalando: “Esta é, para cada um de nós, a primeira e fundamental mensagem da solenidade de hoje, cuja importância se reflecte também na busca da plena comunhão”. O pálio, símbolo da honra e autoridade dos metropolitas, foi entregue a 43 arcebispos nomeados nos últimos doze meses. “Um rito sempre eloquente, que sublinha a íntima comunhão dos Pastores com o Sucessor de Pedro e o elo profundo que os liga à tradição apostólica. Trata-se de um duplo tesouro de santidade, em que se fundem conjuntamente a unidade e a catolicidade da Igreja: um tesouro precioso que há que redescobrir e viver com renovado entusiasmo e empenho constante”, salientou o Papa.


4. É alemão o novo prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. O Papa nomeou o Bispo de Ratisbona, D. Gerhard Ludwig Müller, de 64 anos, que assim sucede no cargo ao cardeal William Levada. O prelado alemão, elevado à categoria de Arcebispo pelo Papa, assume também a presidência da Comissão Pontifícia ‘Ecclesia Dei’, da Comissão Pontifícia Bíblica e da Comissão Teológica Internacional. O Cardeal Levada, de 76 anos, que renunciou aos cargos por ter atingido o limite de idade imposto pelo Direito Canónico, foi o sucessor do cardeal Joseph Ratzinger (hoje, Bento XVI) à frente da Congregação, após a eleição como Papa. Recorde-se que a Constituição Apostólica ‘Pastor bonus’, de João Paulo II, define que a Congregação para a Doutrina da Fé deve “promover e tutelar a doutrina sobre a fé e os costumes em todo o mundo católico”.


5. O site de notícias do Vaticano, ‘news.va’, assinalou o primeiro aniversário com o lançamento da versão portuguesa. O serviço de notícias, que reúne conteúdos multimédia publicados ou emitidos diariamente pelos serviços de informação do Vaticano em cinco línguas (inglês, espanhol, italiano, francês e português), é visto diariamente, segundo a Santa Sé, por cerca de 10 a 15 mil visitantes. O presidente do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais, D. Claudio Maria Celli, salientou à Rádio Vaticano que a presença nas redes sociais tem permitido chegar a “milhões de visitantes”. O ‘news.va’ foi anunciado oficialmente em 2011, por Bento XVI, que assinou a primeira mensagem de um Papa na rede social ‘Twitter’: “Caros Amigos, acabo de lançar o http://www.news.va. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Com as minhas orações e bênçãos, Benedictus XVI”.

Diogo Paiva Brandão
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Outubro ficará na história da Igreja em Portugal por dois principais motivos: a entrada, para o colégio cardinalício, de D.
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Se houve nas últimas décadas uma cristã militante social da maior relevância, exemplo do compromisso...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES