Lisboa |
Missa de abertura do Ano Pastoral do CNE
Bispo Auxiliar convida escuteiros a viver o ano “sob o signo da fé”
<<
1/
>>
Imagem

D. Joaquim Mendes espera que com o Ano da Fé a Igreja renove a conversão a Cristo. Na Missa de abertura do Ano Pastoral do CNE (Corpo Nacional de Escutas, Escutismo Católico Português), o Bispo Auxiliar de Lisboa desafiou ainda os escuteiros à evangelização.


“Iniciamos um novo ano pastoral que somos convidados a viver sob o signo da fé. O Ano da Fé, que terá início no próximo dia 11, é um convite para uma autêntica e renovada conversão ao Senhor, único Salvador do mundo, é um tempo de graça espiritual, que o Senhor nos oferece, a fim de comemorar o dom precioso da fé”, sublinhou. Para D. Joaquim, durante este ano a Igreja é convidada “a professar, celebrar, viver e aprofundar a fé no Senhor ressuscitado em ordem para um empenho eclesial mais convicto a favor de uma nova evangelização”. Na igreja de Monte Abraão, no passado dia 4 de Outubro, o Bispo Auxiliar de Lisboa convidou os escuteiros à evangelização: “O Ano da Fé é uma ocasião para descobrir de novo a alegria de crer e de reencontrar o entusiasmo de comunicar a fé. Aprofundar a fé, conhecê-la melhor, para a transmitir às gerações futuras. (…) Queria convidar o CNE a caminhar com a Igreja neste Ano da Fé, para conduzir os seus membros ao encontro com Cristo, à amizade com o Filho de Deus, aquele dá a vida em plenitude, a crescerem na fé e a irradia-la nas suas vidas”.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Há dias, o Cardeal D. José Tolentino Mendonça afirmou no Seminário do Instituto Camões sobre Cooperação...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Todos os anos, a Igreja católica prepara-se para a festa da conversão de São Paulo, a 25 de Janeiro,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES