Lisboa |
Seminário sobre ‘Economia Social, o Emprego e o Desenvolvimento’
Presidente da República pede compromisso entre Estado e sociedade civil
<<
1/
>>
Imagem

O presidente da República Portuguesa defendeu em Lisboa a necessidade de o Estado apostar mais nas potencialidades das instituições sociais, nas redes de empreendedorismo local e na chamada economia social no combate à crise.

 

Na sessão de encerramento do Seminário ‘A Economia Social, o Emprego e o Desenvolvimento Local’, promovido pela Cáritas Portuguesa, o Centro Nacional de Cultura e a IPI Consulting Network Portugal, Cavaco Silva lembrou que, numa época em que Portugal atravessa “momentos particularmente difíceis”, é “essencial um compromisso que envolva os cidadãos, as empresas, as organizações não-governamentais, as comunidades locais e as autarquias” na definição de soluções. “Estes protagonistas da Economia Social podem dar resposta a carências e alcançar objetivos que o Estado revela dificuldades em suprir e em atingir. Para o efeito só precisam de agir de forma concertada para evitar desperdícios e potenciar as vantagens da proximidade e do seu conhecimento dos laços sociais e de vizinhança”, apontou.

 

Estudo

No decorrer do seminário, que decorreu no auditório da sede do Banco de Portugal, em Lisboa, a Cáritas apresentou o estudo ‘Estratégia para a promoção do emprego e a dinamização do desenvolvimento local enquanto esteios da inclusão social’. O projeto visa a identificação de alternativas consistentes para a resolução de problemas sociais em cada vez maior número, a apresentação de mecanismos de dinamização de emprego a nível local, a redução da pobreza e a promoção da inclusão social, tendo como base as organizações da sociedade civil.

Depois de ter apresentado o trabalho ao Presidente da República e a outros responsáveis políticos e económicos, como o Ministro da Solidariedade e da Segurança Social, Pedro Mota Soares, o Presidente da Cáritas, Eugénio Fonseca, garantiu que vai procurar levar o projeto a todas as “instâncias que possam dar um contributo para a operacionalização das ideias, sejam elas oficiais ou da sociedade civil”.

foto por Presidência da República
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Na semana passada li uma entrevista com um candidato a deputado (cabeça-de-lista) pelo circulo eleitoral do Porto.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Com “missão nas férias” não quero propor programas de férias missionárias, nem dizer que a missão está de férias.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES