Missão |
Padre António Fernandes
Viver com muita fé
<<
1/
>>
Imagem

O Pe. António Fernandes nasceu na Guarda, no dia 3 de Fevereiro de 1968. Logo em pequeno, e pelas mãos da família, começou a participar ativamente na vida da comunidade cristã, como acólito. O seu interesse pela vida missionária já vem dessa altura. Por vezes, a sua paróquia era visitada por missionários e António Fernandes ouvia atentamente os relatos das suas vidas e os seus testemunhos de fé e de partilha.

 

É, assim, no seio da família, profundamente católica, e na convivência com missionários que encontra a sua vocação. É apenas com 14 anos, e depois de ter concluído o antigo ciclo na Escola Secundária de Proença-a-Nova, que entra no Seminário dos Missionários da Consolata, em Fátima. Frequentou a Universidade Católica e fez o Noviciado em Vittorio Veneto (Itália), tendo-o concluído com a profissão dos votos temporários. Posteriormente, frequentou a Universidade Pontifícia Javeriana de Bogotá, na Colômbia, onde se licenciou em Teologia. Foi também neste país que foi ordenado diácono. Regressa a Portugal e no dia 31 de julho de 1993, em Fátima, foi ordenado sacerdote pelo bispo D. Serafim Ferreira da Silva.

 

Missão com o povo indígena

Noves meses depois da ordenação, o Pe. António Fernandes foi enviado para a Roraima, no Brasil, onde permaneceu durante 12 anos. Ali, na longínqua amazónia brasileira, partilhou a sua fé com os povos indígenas Makuxi, Ingarikó e Wapixana e abraçou as suas lutas e dificuldades. Hoje, recorda esses anos como tempos profundamente marcantes. “Creio que os marcos mais importantes da minha vida foram os momentos que vivi e partilhei com as comunidades indígenas, na sua luta pela reconquista da sua terra, alimentada pela Palavra de Deus e pela fé dos seus catequistas e líderes. Tive a alegria de viver com os povos indígenas e durante esses anos partilhar a sua história e as suas lutas pela reconquista da sua terra. Momentos difíceis, mas vividos com muita fé.” No Brasil, foi ainda eleito vice superior regional da região de Roraima, cargo que exerceu durante seis anos. E, mais tarde, foi eleito superior regional por três anos.

 

Missão na Europa

Em 2005 foi enviado para Roma e, nessa altura, integrou a Direção Geral do Instituto dos Missionários da Consolata, tendo sido eleito Conselheiro Geral do Instituto para a América, ministério que exerceu durante seis anos.

Há dois anos regressou a Portugal e, nesse mesmo ano, no dia 14 de setembro de 2011, foi eleito Superior Regional em Portugal, pelo período de três anos.

 

Regressar a Portugal

Após duas décadas longe do seu país de origem, o Pe. António Fernandes sentiu o choque do regresso e a dificuldade da reintegração. E foi a pensar em todos os missionários, religiosos e leigos, que chegam a um país novo, uns porque estiveram muitos anos a trabalhar fora de Portugal, outros porque aqui chegam pela primeira vez, que o Pe. António Fernandes deu impulso ao “Curso de Formação para a Missão – (Re)Introdução à realidade portuguesa”, numa parceria entre a Universidade Católica do Porto e o Instituto dos Missionários da Consolata. O curso tem início esta semana, dia 20 de setembro, e vai decorrer no Centro de Espiritualidade dos Missionários da Consolata, em Águas Santas, na Maia, com um total de 100 horas letivas, ministradas às sextas-feiras e aos sábados.

texto por Ana Patrícia Fonseca, FEC – Fundação Fé e Cooperação
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Na semana passada li uma entrevista com um candidato a deputado (cabeça-de-lista) pelo circulo eleitoral do Porto.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Com “missão nas férias” não quero propor programas de férias missionárias, nem dizer que a missão está de férias.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES