Lisboa |
Despedida da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima da Unidade Pastoral de Arruda e Sobral
“A vitória de Jesus pode ser nossa também”
<<
1/
>>
Imagem

Após cerca de dois meses de visita às 11 paróquias da Vigararia de Alenquer, centenas de fiéis despedira-se da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, numa celebração em Arruda dos Vinhos.

 

“Estas passagens da mãe de Jesus, também pela sua imagem, avivam-nos a memória de que tudo aquilo que aconteceu há dois mil anos com Jesus e Maria, continua a acontecer agora. Os relatos das maravilhas vividas por estas comunidades que acolheram a mãe de Jesus na imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima reproduzem aquilo que aconteceu com os primeiros discípulos que viram e beneficiaram da presença de Jesus e Maria”. Foi com estas palavras que o Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, se dirigiu às 11 paróquias da Vigararia de Alenquer que no passado sábado, dia 28 de junho, se despediram da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima que as visitou desde o dia 4 de maio.

Num jardim de Arruda dos Vinhos repleto de fiéis, o Patriarca de Lisboa presidiu à celebração da Missa, após a qual centenas de membros destas comunidades seguiram até ao Santuário de Fátima para proceder à entrega da Imagem.

Na homilia da celebração, a partir do Evangelho das bodas de Caná, D. Manuel Clemente exortou todos os fiéis presentes a contemplar Cristo ressuscitado e Maria ressuscitada em Cristo na sua gloriosa assunção, transbordando esperança para alimentar o mundo que dela tanto precisa. Nos acontecimentos maravilhosos testemunhados na vida dos crentes, “reproduzem-se os sinais que a vitória de Jesus pode ser nossa também, o que alimenta a confiança que, à maneira do Evangelho, com Maria e com Jesus tudo se consegue, fazendo o que Jesus nos indica. Portanto, como Maria, confiemo-nos a Jesus e a Deus Pai para n’Ele termos a companhia e a presença na nossa vida de que precisamos muito”.

O Patriarca despediu-se solicitando a oração pelas vocações de especial consagração nascidas nas famílias cristãs destas comunidades.

texto e fotos por Nuno Fortes
A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Somos hoje, e desde há várias décadas, confrontados com leis e comportamentos que criam fraturas...
ver [+]

P. Duarte da Cunha
São cada vez mais as pessoas que perguntam o que é específico da fé cristã. Sobretudo à volta da época do Natal.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES