Roma |
A uma janela de Roma
Papa pede orações pelos exercícios espirituais da Quaresma
<<
1/
>>
Imagem

O Papa, juntamente com a Cúria Romana, está de retiro. Antes, Francisco ofereceu um livro durante o Angelus e recebeu da Chanceler alemã uma oferta em dinheiro para as crianças refugiadas. São Gregório de Narek vai ser Doutor da Igreja Universal e o Papa continua a bater recordes na internet.

 

1. O Papa iniciou no I Domingo da Quaresma, juntamente com outros membros da Cúria Romana, os exercícios espirituais que decorrem até esta sexta-feira de manhã, dia 27 de fevereiro. Os exercícios deste ano, cujas meditações decorrem na Casa Divino Mestre dos Padres Paulinos, em Ariccia, perto de Roma, estão a ser pregados pelo padre Bruno Secondin, da Ordem dos Carmelitanos, e têm como fio condutor uma leitura pastoral do profeta Elias: ‘Servidores e profetas do Deus vivo’. No segundo dia do retiro espiritual, o pregador recomendou a “sair da própria aldeia” e a frequentar a “escola da misericórdia” como o profeta Elias, na continuidade do tema refletido no primeiro dia a propósito do exemplo do profeta, de viver uma “vida de periferia”. No final da sua meditação, o pregador convidou o Papa e os membros da Cúria Romana a fazerem um exame de consciência, com base no comportamento de Elias: “Será que, algumas vezes, perdi a paciência? Falei claro ou atrás dos bastidores, murmurando e alimentando conversas fiadas? Comporto-me com sobriedade sã e serena? Deixo-me arrastar pelo meu consumo desenfreado na vida, pelas coisas que me circundam, pelo modo de me vestir? Mantenho a alegria e o frescor pelo meu primeiro amor ou desanimei? Mantenho uma vida de periferia ou gosto de estar ao centro da atenção e das honras? Tenho confiança na Providência ou sou fanático em programar tudo e a esperar os resultados?”, questionou.

Durante o período dos exercícios ficaram suspensas todas as audiências do Papa, incluindo a audiência geral da quarta-feira, no passado dia 25 de fevereiro.

 

2. O Papa Francisco distribuiu um pequeno livro de catecismo, no passado Domingo, durante a celebração do Angelus, aos muitos peregrinos que marcaram presença na Praça de São Pedro, no Vaticano. A oferta do Papa, no I Domingo da Quaresma,  serviu também para sublinhar a presença de muitos sem-abrigo, que se deslocaram ao Vaticano em peregrinação. Francisco afirmou que são os que vivem em necessidade que trazem a riqueza da doutrina. “Os voluntários vão distribuir agora o livro, entre os quais numerosos sem-abrigo que vieram em peregrinação. E como sempre também hoje aqui na praça, os que vivem em necessidade são os mesmos a trazer-nos uma grande riqueza, a riqueza da nossa doutrina, para cuidar do coração”, declarou o Papa. “Que cada um pegue num livrinho e o leve, como ajuda para a conversão e crescimento espiritual, que parte sempre do coração, que é onde se joga o desafio das escolhas quotidianas entre o bem e o mal, entre a mundanidade e o Evangelho, entre a indiferença e a partilha”, salientou.

Durante a celebração do Angelus, o Papa Francisco pediu também aos fiéis que rezem por si e pelos colaboradores da Cúria Romana, que iniciavam nessa tarde os exercícios espirituais da Quaresma, em Ariccia, nos arredores de Roma.

 

3. A Chanceler alemã Angela Merkel visitou no passado sábado, dia 21 de fevereiro, o Papa Francisco. Durante o encontro, que decorreu no palácio apostólico, durou cerca de 40 minutos, Merkel fez uma doação em dinheiro para ajudar as crianças de refugiados. Foi na tradicional troca de presentes, com Angela Merkel, filha de um pastor luterano e membro da Igreja Evangélica, a oferecer ao Papa um envelope com dinheiro e, sem nunca especificar qual o valor, disse apenas que queria que fosse destinado aos filhos dos refugiados. A Chanceler alemã ofereceu ainda um conjunto de discos do compositor alemão protestante Johann Sebastian Bach. O Papa Francisco respondeu em alemão com um "danke" (obrigado), mas a conversa continuou depois em italiano com a ajuda de um intérprete.

Como já é habitual, o Papa retribuiu as ofertas com uma medalha do seu pontificado, que tem uma imagem de São Martinho, recordando que este religioso protegia os povos, ao que Merkel sublinhou que também trabalhava nesse sentido: "Nós também tentamos fazê-lo o melhor possível", disse a chanceler.

 

4. São Gregório de Narek vai ser proximamente declarado Doutor da Igreja Universal. A decisão da Congregação para a Causa dos Santos foi confirmada pelo Papa Francisco, no passado dia 21, ao receber em audiência o Prefeito desta congregação, Cardeal Ângelo Amato.

São Gregório de Narek, monge, nasceu em Andzevatsik por volta do ano 950 e faleceu em Narek por volta de 1005. O seu túmulo foi durante muito tempo local de peregrinações. Os lugares do seu nascimento e morte, hoje pertencentes à Turquia, faziam então parte da Arménia. “São Gregório de Narek foi um insigne teólogo e um dos mais importantes poetas da literatura armena. De entre as suas obras destacam-se um Comentário ao Cântico dos Cânticos, numerosos panegíricos e uma recolha de 95 orações em forma de poesia, chamadas ‘Orações de Narek’, do nome do mosteiro onde viveu em humildade e caridade, empenhado no trabalho e na oração”, refere a Rádio Vaticano, apontando que por ser “fiel à tradição da sua Igreja, Gregório foi um grande devoto de Nossa Senhora que, segundo a lenda, lhe terá aparecido”.

 

5. O Papa Francisco já tem 19 milhões de seguidores na rede social Twitter, através da conta @pontifex . Na versão portuguesa (https://twitter.com/pontifex_pt), o último tweet (mensagem) foi deixada no passado dia 21 de fevereiro: “Não há pecado que Deus não possa perdoar. Basta que Lhe peçamos perdão”. A cada 45 dias, a conta do Twitter do Papa tem mais um milhão de novos inscritos.

Aura Miguel, à conversa com Diogo Paiva Brandão
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Na semana passada li uma entrevista com um candidato a deputado (cabeça-de-lista) pelo circulo eleitoral do Porto.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Com “missão nas férias” não quero propor programas de férias missionárias, nem dizer que a missão está de férias.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES