Lisboa |
Semana Santa de Óbidos
Programa religioso e cultural marcam semana na vila
<<
1/
>>
Imagem
Procissões, exposições, recitais e visita guiada pelos templos da vila, além das tradicionais celebrações pascais, vão marcar a Semana Santa de Óbidos (29 de março a 5 de abril).

 

Do longo programa, excetuando as celebrações religiosas, o destaque vai para o Concerto de Páscoa, que decorre dia 31 de março, terça-feira, às 21h30, na igreja de Santa Maria, com entrada livre, o Recital ‘Sobre a Morte e o Amor’, que decorre no dia seguinte, no mesmo templo, às 21h00, e o Programa ‘Música nas Igrejas’, que acontece em Quinta-Feira Santa, dia 2 de abril, entre as 15h00 e as 17h00, em simultâneo nas igrejas de Santa Maria, São Pedro e São João Batista (museu paroquial). Neste dia, a Missa Vespertina da Ceia do Senhor, na igreja de São Pedro, é celebrada às 21h00. Em Sexta-Feira Santa, a partir das 17h00, decorre a Via Sacra na Vila de Óbidos, à noite (21h30) a Procissão do Enterros do Senhor, e em Sábado Santo, 4 de abril, às 22h00, na igreja de São Pedro, a Vigília Pascal. A Missa da Ressurreição, em Domingo de Páscoa, vai ser celebrada às 17h00, também na igreja de São Pedro.

“A Semana Santa de Óbidos, um dos melhores cartazes da Vila, decorre de 29 de março a 5 de abril. Todos os anos, as cerimónias religiosas e culturais atraem milhares de pessoas nesta época do ano à vila de Óbidos. Recorde-se que estas cerimónias são das mais antigas do País, tendo a procissão dos Passos mais de 400 anos de existência. A Semana Santa é, por isso, o ponto alto do calendário litúrgico e cultural de Óbidos, sendo um acontecimento religioso importante para comunidade local, assim como para os vários milhares de peregrinos e turistas que assistem às imponentes cerimónias”, refere o site da Semana Santa de Óbidos (www.semanasantaobidos.pt).

 

Informações: 262959633 ou paróquias.obidos@gmail.com.

Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Neste tempo, em que o individualismo parece imperar, apesar da destruição que gera na Sociedade,...
ver [+]

P. Duarte da Cunha
Que todos os homens querem ser felizes não parece ser objecto de discussão entre pessoas sãs. Todos queremos, de facto, ser felizes.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES