Missão |
Diogo Azevedo, Presidente Nacional dos Jovens Sem Fronteiras (JSF)
“Não tenham medo de arriscar, Ele está convosco!”
<<
1/
>>
Imagem

Diogo Carlos Almeida Azevedo nasceu na freguesia de Mafamude (concelho de Vila Nova de Gaia), no dia 4 de Dezembro de 1987. É licenciado em Engenharia Informática e Mestre na mesma área, na área de especialização em Arquiteturas, Sistemas e Redes. É atualmente Presidente Nacional dos Jovens Sem Fronteiras (JSF) e da região Douro do mesmo grupo.

 

Tudo tem o seu tempo

Durante o seu percurso académico, estudo no Colégio de Gaia, uma escola católica e que, por isso, tem como obrigatória a cadeira de EMRC. Frequentou esta cadeira do 5º ao 11º ano. Sobre o seu percurso partilha: “Estudei sempre perto de casa, o que me possibilitou ter uma ligação muito forte com os meus pais e avó, que vivem comigo. Bem como, com os amigos, que sempre foram os mesmos desde a infância. A família foi e é a base sólida em que construí o meu mundo. A ligação com a avó é uma ligação de irmãos, principalmente nas brincadeiras. Ser filho único numa família pouco numerosa colocou-me todo o protagonismo e pressão, principalmente escolar. Foi superada. Além disso, obrigou-me ainda a ser imaginativo, responsável, a saber trabalhar sozinho e a arriscar nos momentos de maior indecisão”. Sempre foi um jovem como todos os outros, que namorava, saía com os amigos, participava ativamente no grupo de jovens na Igreja local e nunca deixou “uma cadeira de um ano para o outro”. “Para mim, sempre foi possível conciliar todas estas atividades. Exige sacrifícios e as vezes várias incompreensões, mas tudo tem o seu tempo”, partilha. Iniciou o seu percurso profissional com 20 anos, em março de 2008, quando começou a estagiar na i2S (empresa que desenvolve aplicações informáticas para a atividade seguradora, onde se manteve após o final do estágio e onde ainda se mantém, 7 anos depois). “Trabalhei de dia, enquanto de noite frequentei o Mestrado em Engenharia Informática em regime parcial, até defender a minha dissertação em Novembro de 2014”.

 

Uma só certeza: entrega total!

Foi batizado a 15 de maio de 1988, na atual Capela de Santo Ovídio, em Vila Nova de Gaia e crismado por D. Manuel Clemente, então Bispo do Porto, a 3 de novembro de 2012, na Sé portuense. Frequentou a catequese até à Profissão de Fé em 1999 e depois disso precisou de “um tempo extra” e perdeu quase totalmente a sua ligação com a Igreja. Em janeiro de 2004 foi convidado por um amigo para uma reunião dos JSF de Santo Ovídio e essa acabou por ser a reunião que transformou a sua vida. “Comecei a participar nas reuniões semanais e voltei a estar junto da minha comunidade, na Missa das 9h30, na igreja de Santo Ovídio, juntamente com os JSF no coro. Nesse mesmo ano, participei num dos encontros mais marcantes da minha vida: o XVI Encontro Nacional dos Jovens Sem Fronteiras em Singeverga. Cerca de 250 jovens mostraram-me a Alegria de serem Cristãos. A partir desse momento sabia que a força do Espírito Santo estaria presente diariamente na minha vida. Fiz a minha primeira experiência missionária com a Semana Missionária em Aljustrel, em agosto de 2007. Numa terra marcada pelo calor e pela velhice, foi a primeira vez na minha vida que, num dos lares dessa paróquia, segurei a mão de uma idosa, ouvi o seu testemunho, alegrei-me com as suas brincadeiras de infância e emocionei-me com os seus olhos lacrimejantes. Ainda hoje, guardo a sua imagem no meu pensamento”, conta-nos. Em 2009 fez a sua segunda experiência missionária, participando na Semana Missionária em Izeda. No mesmo ano, foi eleito para a Coordenação Douro, cargo que o obrigou a “crescer juntamente com a restante equipa e a aprofundar o conhecimento dos restantes grupos da região”. Participou na Peregrinação Europeia da Juventude em direção a Santiago de Compostela pela Via da Prata (em 2010), uma semana que se tornou um marco na sua vida! Em 2011 participou nas Jornadas Mundiais da Juventude em Madrid e procura ser “um dos milhares de jovens que mostram que a Igreja está viva!”. No mesmo ano é eleito Vice-Presidente da Região Douro e consecutivamente membro da Coordenação Nacional dos JSF. Em 2012 volta a peregrinar a Santiago de Compostela, desta vez com os JSF, pelo Caminho Central Português Coordena a Peregrinação da Fátima dos JSF em 2013 e em novembro do mesmo ano é eleito Presidente Nacional dos JSF e Presidente da Região Douro. “Muitos medos, muitos avisos, muitas recomendações, uma só certeza... entrega total!”. Viveu a Semana Santa de 2014 na Comunidade de Taizé com os JSF, “em oração, união de grupo e numa nova redescoberta pessoal”. Encontra-se neste momento a viver um dos seus sonhos: organizar o XXVII Encontro Nacional em Santo Ovídio.

Ao terminar a nossa conversa, deixa um desafio aos jovens: “Não tenham medo de arriscar, de perderem o tempo com os outros e de se entregarem a quem não conhecem. Acreditem que Ele está convosco, que vos segura entre as duas mãos e vos envia a ser Suas testemunhas”.

texto por Catarina António, FEC – Fundação Fé e Cooperação
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Na semana passada li uma entrevista com um candidato a deputado (cabeça-de-lista) pelo circulo eleitoral do Porto.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Com “missão nas férias” não quero propor programas de férias missionárias, nem dizer que a missão está de férias.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES