Lisboa |
Dedicação da nova igreja de Porto Salvo
“Tudo é sinal da presença de Deus”
<<
1/
>>
Imagem
“Em cada igreja, como sinal da presença de Jesus Cristo, há sempre porto salvo e seguro”, manifestou o Cardeal-Patriarca na dedicação da nova igreja de Porto Salvo, na Vigararia de Oeiras, que decorreu no passado dia 26 de julho.

 

Na sua homilia, D. Manuel Clemente lembrou que aquele templo era dedicado a Deus mas com evocação dos avós de Jesus, “os pais de Maria Santíssima, Joaquim e Ana”. “Tudo é sinal da presença de Deus, como ele quis estar connosco em Jesus Cristo”, apontou. A nova igreja está situada bem junto à antiga capela de Nossa Senhora de Porto Salvo. “A vossa igreja transforma-se num porto salvo e de salvação para muita gente. Nós precisamos destes portos, precisamos mesmo muito. Porque a vida é um grande mar, que por vezes se faz calmo outras vezes se faz agitado”, lembrou D. Manuel Clemente. Perante centenas fiéis, que encheram por completo a mais recente igreja a ser dedicada na Diocese de Lisboa, o Cardeal-Patriarca garantiu: “Em cada igreja, cada templo cristão, como sinal da presença de Jesus Cristo, há sempre porto salvo e seguro. Porque a Palavra nos anima”.

Um grande painel apostólico – com Cristo ao centro, de braços abertos, em atitude de acolhimento, ladeado à esquerda e à direita pelos 12 apóstolos – é uma das esculturas que marcam a nova igreja de São Joaquim e Santa Ana de Porto Salvo, que no adro conta ainda com uma estátua São João Paulo II, feita de alabastro, com 5,20m de altura.

 

fotos por CM Oeiras

Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Na semana passada li uma entrevista com um candidato a deputado (cabeça-de-lista) pelo circulo eleitoral do Porto.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Com “missão nas férias” não quero propor programas de férias missionárias, nem dizer que a missão está de férias.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES