Lisboa |
Academia Portuguesa da História
Defender e propagar a fé
<<
1/
>>
Imagem

Numa conferência na Academia Portuguesa da História, o Cardeal-Patriarca explicou as razões que levaram, “a 7 de novembro de 1716, pela bula ‘In supremo apostolatus solio’, o Papa Clemente XI” a criar o Patriarcado de Lisboa.


“Na parte mais substantiva da bula, Clemente XI dá três razões para a concessão: 1ª) D. João V correspondera piedosamente ao pedido papal, bem à altura do tradicional zelo dos reis portugueses em defender e propagar a fé, e assim mesmo mandara uma armada a combater os turcos. 2ª) D. João V manifestara a vontade de ter no seu palácio uma catedral, elevando a essa condição a colegiada de São Tomé. 3ª) Para tal, o Papa dividia em duas a arquidiocese lisbonense, sediando uma na capela real e ficando a outra onde estava, divididas para oriente e ocidente a partir dos «muros mais antigos da cidade»”, referiu D. Manuel Clemente, a 1 de julho, numa breve nota histórica que pode ser lida no site do Patriarcado (www.patriarcado-lisboa.pt), na secção Documentos e depois Conferências.

A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Depois de tudo, ou quase, ter sido dito sobre a eutanásia, é preciso regressar ao essencial: a eutanásia é uma licença para matar.
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
Em 1965, quando a revista Brotéria passou a assumir-se como uma revista de cultura, inspirada na “grande...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES