Lisboa |
NECTalks – o 1º Encontro dos Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa
Em busca da identidade cristã no espaço universitário
<<
1/
>>
Imagem
Video

“Caminhar em comum”. É este o objetivo dos Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa, segundo o diretor da Pastoral Universitária da diocese, padre Nuno Amador. São já 16 os núcleos formados, que vão reunir-se neste sábado, 15 de outubro, no primeiro NECTalks.

 

O NECTalks será o 1º Encontro dos Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa e é organizado por todos os 16 núcleos da diocese (ver caixa). Será neste sábado, 15 de outubro, às 16h00, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, com entrada livre. “Vários professores universitários e dois alunos vão falar, cada um, durante sete minutos, sobre o tema ‘Transformados em Cristo, transformaremos o mundo’. O que pedimos aos professores é que a partir da sua vida, a partir da sua experiência do que é ser professor na área do saber que lecionam, possam lançar aos alunos desafios concretos”, explicou o diretor do Setor da Pastoral Universitária da diocese, padre Nuno Amador, durante o último Conselho Diocesano de Pastoral Juvenil, realizado no passado dia 8 de outubro, no Seminário dos Olivais.

Os Núcleos de Estudantes Católicos, nas universidades, são uma realidade que aumentou 400% nos últimos cinco anos, passando de quatro para os atuais 16. Segundo a Pastoral Universitária do Patriarcado de Lisboa, este número justifica a realização do primeiro Encontro de Núcleos de Estudantes Católicos – NECTalks. O padre Nuno Amador lembrou ainda que o NECTalks, “por desejo do senhor Patriarca”, está associado “aos 300 anos da qualificação Patriarcal da diocese”.

 

Caminhar

A Missão País, criada há 13 anos através do movimento apostólico de Schoenstatt e do padre Diogo Barata, foi “o motor” para que se tivessem organizado nas faculdades os núcleos católicos, “que foram nascendo progressivamente após a experiência da Missão País”, segundo o padre Nuno. Atualmente existem 16 Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa. “Alguns estão já formados, outros estão a formar-se e a andar, uns com muitas atividades, outros com menos, mas nestas faculdades todas já existem núcleos de estudantes católicos”, apontou o jovem sacerdote, de 36 anos, especificando qual a missão destes grupos de pastoral universitária: “Não pretendemos que os Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa sejam mais um movimento. Pretendemos que no espaço da universidade, aqueles que têm várias pertenças possam experimentar também que, ali, estão juntos e caminham em comum. Não é ser uma alternativa a outra coisa, não é ser mais um movimento ‘acima’ dos outros movimentos. É que naquele espaço universitário haja uma identificação entre os universitários e eles possam fazer aí um caminho em comum”.

 

Atividades

São “várias e diversas” as atividades organizadas pelos Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa. “Celebração da Missa, mensal, semanal, dependendo dos ritmos de cada núcleo, tempos de oração, conferências, debates, grupos de aprofundamento da fé, uns mais formais, outros mais informais, grupos de bioética – a Faculdade de Ciências Médicas da Nova começou o núcleo com debates de bioética, grupos de Cristo na empresa – ligados à ACEGE (Associação Cristã de Empresários e Gestores), no ISEG e na Economia da Nova para pensar a realidade da economia e da gestão a partir da Doutrina Social da Igreja, semanas de núcleo – como a Semana de Direito, em que organizam uma exposição no átrio da faculdade, debates, retiros, recoleções, peregrinações e um ou outro núcleo está também a começar a organizar campos de férias e outros o voluntariado, canalizando os alunos para experiências de compromisso mais continuado ao longo do ano”, referiu o diretor da Pastoral Universitária, sublinhando que “a primeira missão dos núcleos é ajudar a essa identificação e ajudá-los a estudar e a serem estudantes ‘a sério’ no meio universitário – que as atividades não se sobreponham ao estudo”.

 

Desafios

O padre Nuno Amador frisou ainda que, dos 16 Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa, “apenas dois são oficiais, com estatutos próprios” – o Núcleo do Instituto Superior de Agronomia e o Núcleo da Faculdade de Direito. “Os outros são mais informais, estão ligados normalmente às associações de estudantes, quando isso é possível, e têm o apoio das associações, até porque na maioria das faculdades se não for assim depois não podem usar salas, não podem colar cartazes. Portanto, são núcleos que têm o seu nome próprio mas não têm ainda uma formalização”, apontou. Neste sentido, este sacerdote assumiu que “tem sido difícil a alguns núcleos poderem expressar-se em termos de identidade cristã”. “Parece-me que no espaço civil e no espaço da universidade, que é um espaço laico, não tem de haver espaço a um laicismo, onde cada um não possa ser aquilo que é e manifestar aquilo que é”, observou. “As coisas não deixam se fazer por causa disso, mas por vezes há esta dificuldade de expressarmos identidade onde estamos”, acrescentou, convidando “à boa relação com as associações de estudantes e com as direções das faculdades”.

 

Envolver os professores

Lembrando que a Pastoral Universitária no Patriarcado de Lisboa surgiu em 1982, o padre Nuno Amador revelou ainda ao Conselho Diocesano de Pastoral Juvenil que o Secretariado Nacional da Pastoral do Ensino Superior definiu para o triénio até 2018, como objetivo para a pastoral universitária, “reanimar a identidade cristã dentro das universidades”. “Se temos de ser uma Igreja em saída, capaz de dialogar com o mundo e com os outros, era importante conhecermos a nossa identidade. Fomos percebendo que dentro das universidades havia muita gente que vive a vida cristã, que pertence a movimentos e paróquias, mas que não se conheciam uns aos outros, e não tinham, dentro da faculdade, uma noção de identidade em grupo”, descreveu. Para este ano em concreto, este responsável destaca a necessidade de “dar mais atenção aos professores e envolve-los mais na pastoral universitária”.

 

_________________

 

Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa

- UNL - Faculdade Ciências Médicas (www.facebook.com/nucleo.catolico.fcm)

- UNL - Faculdade Ciências Sociais e Humanas (www.facebook.com/NEC-FCSH-Núcleo-de-Estudantes-Católicos-155970341163551)

- UNL - Faculdade de Economia

- UNL - Faculdade de Direito (www.facebook.com/NucleoDeEstudantesCatolicosFdul)

- UL - Faculdade de Ciências

- UL - Faculdade de Direito

- UL - Faculdade de Farmácia

- UL - Faculdade de Medicina (Raio-X)

- Instituto Superior de Agronomia (www.facebook.com/groups/631084867011489)

- ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (www.facebook.com/Núcleo-de-Estudantes-Católicos-do-ISCTE-IUL-201471183206948)

- Instituto Superior de Economia e Gestão

- Instituto Superior Técnico (www.facebook.com/groups/1485023178443051)

- Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

- Instituto Politécnico de Lisboa

- IADE-U - Instituto de Arte, Design e Empresa - Universitário

 

Desafios:

Reforço da identidade dos núcleos

Atenção à continuidade

Interligação entre os núcleos

Divulgação dos núcleos (criação de um site)

Maior envolvimento dos professores

 

_________________


‘NECTalks’, o primeiro encontro dos Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa

Juntar todos os jovens universitários para escutar o testemunho de vários professores e alunos que, a partir do lema ‘Transformados em Cristo, transformaremos o Mundo’, escolhido para o ano académico 2016-2017, vão falar dos desafios que se colocam hoje aos universitários. É este o objetivo do ‘NECTalks’, o primeiro encontro dos Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa, que decorre este sábado, 15 de outubro, às 16h00, na Faculdade de Direito.

Inserido na comemoração dos 300 anos do Patriarcado de Lisboa, o ‘NECTalks’ vai contar com a presença do Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, na sessão de abertura, e a participação de diversos professores universitários, como Elvira Fortunato, da Faculdade de Ciências e Tecnologias, da Universidade Nova de Lisboa, o padre José Tolentino Mendonça e João César das Neves, da Universidade Católica Portuguesa, Maria Teresa Ribeiro, da Faculdade de Psicologia, da Universidade de Lisboa, Miguel Câmara Machado e Filipa Câmara Machado, da Faculdade de Direito, e ainda Luís de Mascarenhas de Lemos, da Faculdade de Ciências Médicas, da Universidade Nova, além dos vários estudantes e outros docentes. A organização prevê que o encontro termine pelas 18h40 com a mensagem vídeo do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

 

O ‘NECTalks’, o primeiro encontro dos Núcleos de Estudantes Católicos de Lisboa, vai ter transmissão vídeo em direto, através do site do Patriarcado de Lisboa (www.patriarcado-lisboa.pt).

 

_________________


Missão País

A Missão País é um projeto católico que organiza e desenvolve as Missões Universitárias em várias faculdades de Portugal, de Braga a Beja passando pelo Porto, Lisboa e Coimbra. As Missões são semanas de apostolado e de ação social que decorrem entre o 1º e o 2º semestre. Todos os anos, milhares de jovens partem em Missão para testemunhar a fé em Jesus e mostrar como ela se vive através da caridade e do serviço.

São 75 as cidades que já foram missionadas desde 2003 e cada uma delas contou com a visita dos missionários até 3 vezes! Até hoje, a Missão País tem vindo a concentrar-se no centro, mas esperamos que um dia possamos ver uma enorme mancha de cruzes em todo o país! Desde a sua criação em 2003, a Missão País tem vindo a crescer exponencialmente, ano após ano. Começou com 20 missionários no primeiro ano, e em 2015 eram já mais de 1800 missionários e em 2016 esperam ultrapassar os 2000.

Houve também, de ano para ano, um grande crescimento no número de Missões, especialmente a partir de 2010, ano de afirmação da Missão País onde o projeto ganhou uma dimensão significativa no mundo universitário português. No total, a Missão País conta com 154 Missões em 13 anos!

in www.missaopais.pt

texto por Diogo Paiva Brandão; fotos do Arquivo do Jornal Voz da Verdade
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
P. Nuno Amador
Quando as mulheres foram ao sepulcro de madrugada, o primeiro sinal que encontraram foi o túmulo vazio.
ver [+]

Isilda Pegado
Quer ela, quer ele, são pais muito bonitos, com grande responsabilidade na vida profissional e cujo casamento nos comove, em cada minuto.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES