Lisboa |
Moscavide acolheu Dia Mundial do Doente
“Em Jesus encontramos o sentido para as nossas enfermidades”
<<
1/
>>
Imagem

Na celebração do Dia Mundial do Doente na Paróquia de Moscavide, o Bispo Auxiliar de Lisboa D. Joaquim Mendes lembrou que os enfermos podem descobrir em Jesus “o sofrimento como redenção”.

 

“Jesus sofreu por nós e para nossa salvação: “Ele suportou as nossas enfermidades e tomou sobre si as nossas dores”; “pelas suas chagas fomos curados”, fomos redimidos dos nossos pecados, fomos salvos. Jesus fez-se solidário connosco em tudo, exceto no pecado. Nele encontramos a resposta e o sentido para as nossas fragilidades, humilhações, enfermidades e dores. Nele descobrimos o sofrimento como redenção, como resposta de amor, como caminho pascal, para a participação na ressurreição de Cristo, para a plenitude da vida”, salientou o Bispo Auxiliar, nesta celebração na igreja de Moscavide, no passado dia 11 de fevereiro, Dia Mundial do Doente.

Durante a celebração foi ministrada a Unção dos Doentes. “O Sacramento da Unção vem ajudar-nos a viver este caminho pascal do sofrimento, na fé, na serenidade e na paz. O Sacramento da Unção é um sacramento de cura, não necessariamente de cura física, mas sobretudo de cura interior, de cura espiritual”, apontou D. Joaquim Mendes, sublinhando que “os doentes que olham o seu sofrimento à luz do mistério pascal de Cristo e o vivem unidos a Ele são uma grande bênção para a humanidade, porque o seu sofrimento, unido ao de Cristo, é redentor”.

A OPINIÃO DE
Pedro Vaz Patto
No documento de reflexão dos bispos portugueses Recomeçar e Reconstruir, sobre a sociedade a reconstruir...
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
D. António de Sousa Braga, dehoniano, Bispo emérito de Angra, celebrou 50 anos de Sacerdócio a 17 de...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES