Vocações |
30 de Abril a 7 de Maio
Ecos da Semana de Oração pelas Vocações 2017
<<
1/
>>
Imagem

Foram muitos os jovens que aceitaram o desafio de ter uma experiência de vida e passaram a Semana.com numa comunidade de vida consagrada ou seminário. Aqui fica o testemunho de três jovens.

 

_____________


Na Semana de Oração pelas Vocações, passei alguns dias no Mosteiro das Irmãs Concepcionistas Franciscanas. Foi uma boa experiência, mesmo não tendo ficado a semana completa ao perceber que não era o meu lugar.

Para mim foi uma descoberta da vida contemplativa, em que no silêncio habitado por Deus e com Maria, as irmãs levam o Homem até Deus na oração, rezando por todos os que lhes pedem oração e por toda Igreja e pelo Mundo inteiro.

Estes dias foram um tempo para o Senhor, em que as paredes físicas do mosteiro me ajudaram a fazer silêncio para O ouvir. Descobri o valor da Liturgia das Horas, em que toda a Igreja no mundo permanece em oração sem cessar ao longo das várias horas do dia.

As Irmãs vivem retiradas do mundo pela clausura do mosteiro, para estarem mais perto do mundo. Surpreendeu-me que elas saibam melhor as notícias do que passa no mundo do que eu própria que trabalho cá fora! Sim, porque as Irmãs também têm muito trabalho dentro do mosteiro (na cozinha, roupa/ costura, limpezas, quintal/ jardim, fazer terços, produzir hóstias, acolher as pessoas que as procuram, etc.).

Fiquei a conhecer a vida de Santa Beatriz da Silva, Santa Portuguesa cuja vida desconhecia e fundadora da Ordem da Imaculada Conceição que já faz 500 anos! Houve festa no domingo com pessoas da comunidade que costumam ir à missa e rezar ao mosteiro, por ser o aniversário da chegada aqui das Irmãs.

Tocou-me o sorriso alegre das Irmãs, o acolhimento e a hospitalidade (comida deliciosa, atenção e cuidado em tudo para eu me sentir bem, e os alegres momentos de partilha comigo dos seus tempos de recreio).

Agradeço a Deus por esta oportunidade e às Irmãs Concepcionistas Franciscanas por me terem acolhido na sua casa.

 

Ana Sofia Diogo

   

_____________


O meu nome é Diana Silva, tenho 18 anos e participei na “Semana.com”. Na minha paróquia há muito dinamismo e os jovens gostam muito de lá estar, eu não sendo excepção, passo muito tempo lá e sempre que sei de alguma atividade relacionada com a Igreja, gosto de participar. À conversa com um amigo descobri que as “freirinhas” também faziam a “semana.com” e não tendo muita noção de como era a vida das religiosas consagradas, examinei a lista e os carismas, pesquisei um pouco e escolhi a Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, em Algueirão/Mem Martins. O processo para lá chegar foi muito rápido, confesso que tomei a decisão muito rápido (de ir), mas depois fiquei com receio de “ser chamada” e ficar, então adiei um pouco, mas acabei por ligar para a superiora, a Irmã Fátima, que muito atenciosa e brevemente me convidou a conhecer a casa, na semana seguinte eu lá fui! À conversa pude logo perceber que as Irmãs são muito acolhedoras e gostam de ter as pessoas por perto, ao seu cuidado, e que as escutam realmente, o que me fez perder o receio que tinha para a “semana.com”.

A “semana.com” foi muito boa, porque eu percebi que elas vivem muito do dar-se umas às outras e às outras pessoas, zelam muito pelo bem dos outros e é isso que as faz felizes. Houve momentos de partilha, de oração, convívio e eu fartei-me de rir com as Irmãs, claro que também houve momentos de preocupação, no entanto, foram resolvidos da melhor maneira. Outra coisa que também percebi é que nada foi superficial, deram-se a si mesmas, mostrando o seu estilo de vida. Pude interagir com as mulheres acolhidas na instituição (Casa de Sant’Ana) e também conheci outra realidade, a da Alta de Lisboa onde estive com as crianças muito animadas e queridas e onde fui igualmente bem acolhida. Cada dia foi diferente, mas senti-me em casa porque as Irmãs olharam sempre por mim e punham-me à vontade.

Muito sinceramente, trouxe uma vontade de voltar. Ainda não sei qual é a minha vocação, mas os laços criados não serão esquecidos e foi uma grande alegria puder estar.

 

Diana Silva

  

_____________


Estar na semana.com foi crucial para renovar a minha fé e refletir a minha vocação. Uma semana em que vivi com os seminaristas do Seminário Maior dos Olivais, casa de uma grande família, que forma homens no seu mais pleno sentido. Desta semana guardo dias de discernimento, de alegria e de algum silêncio.

Foi esta semana para mim uma confirmação na fé, no discernimento, na esperança e na fidelidade. Senti uma alegria enorme de me sentir mais crente, verdadeiro filho de Deus e de Ele me querer mais fiel. No discernimento porque o Senhor nos chama a pensar e rezar a nossa vida, as nossas aspirações. Isto porque as nossas aspirações têm de ser as de Deus. Assim a ideia que me acompanhou muito esta semana foi sem dúvida: Mas que descanso é viver a morrer todos os dias (…) por ir contra o próprio querer (…) e esquecer o que se queria e querer (…) o que Deus Quer: Queira eu o Deus Quer!

Estar no Seminário foi também perceber que sozinhos não vamos a lado nenhum e que ali dentro além de uma família, há uma partilha de sofrimentos e angustias e que todos carregam as cruzes uns dos outros. Este sentido de amor à comunidade, ao próximo e à Igreja levo como grande exemplo. Assim explico o sentimento de uma esperança renovada: porque saio repleto de serenidade: A Igreja tem uma boa geração de futuros servos da vinha do Senhor!

Assim sigo o meu caminho rezando pelas vocações, por todos os seminaristas de Portugal, pelos que vão ser ordenados este ano e pelos que como eu estão em discernimento vocacional. Ter a certeza de que o meu futuro não me diz respeito, se não estiver nas mãos de Deus. Saber que por muito que ande, estude, queira e ambicione: Deus tem a primeira palavra e terá sempre a última.

Que todos nós homens de fé consigamos seguir o exemplo de São José, que ouvindo o Anjo do Senhor cumpriu a Sua Vontade! Com duas certezas: Deus guarda-nos sempre um caminho e que devemos discerni-lo. Quando quisermos respostas imediatas temos de ter calma e pedir serenidade: pois o caminho, esse: faz-se caminhando!

 

Duarte Folque  


_____________

 

Luzeiros e Campanários

As férias do Verão estão quase aí e não hão de faltar planos para as preencher! Mas… já te perguntaste qual será o plano de Deus para a tua vida e para a vida dos que te rodeiam?

E se nestas férias, desses tempo ao Tempo, para te pores à escuta dos planos de Deus? Não estará aí o segredo da tua vida?

Para te acompanhar nesta aventura que é a descoberta do segredo da tua vida, o Setor de Animação Vocacional e o Pré-Seminário propõem-te os LUZEIROS e os CAMPANÁRIOS. Estes Campos Vocacionais para raparigas e para rapazes, respetivamente, são tempos de catequese e convívio, oração e partilha, trabalho e jogo, meditação e distração para aprender a escutar Deus, e conhecer o projeto de vida que sonha para ti, e a construir a vida como resposta alegre e fiel a Deus.

Na certeza de que grandes coisas são aquelas que Deus sonha para ti, deixamos-te a agenda dos Campos de Verão, que se realizarão no Seminário de Penafirme:

27 a 30 de Junho | Estágio do Pré-Seminário (Rapazes do 7º e 8º anos)

3 a 7 de Julho | Campanário do Pré-Seminário (Rapazes do 9º ano)

7 a 10 de Julho | Luzeiros de Verão (Raparigas do 7º ao 9º e do 10º ao 12º)

10 a 14 de Julho | Campanário do Pré-Seminário (Rapazes do 10º e 11º anos)

Para rapazes do 12º ano e universitários, haverá ainda, de 16 a 23 de Julho, a Semana de Verão.

 

Para te inscreveres, basta enviares o teu nome, idade, paróquia e contactos para vocacoesxpto@gmail.com ou preseminariodelisboa@gmail.com.

Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Neste tempo, em que o individualismo parece imperar, apesar da destruição que gera na Sociedade,...
ver [+]

P. Duarte da Cunha
Que todos os homens querem ser felizes não parece ser objecto de discussão entre pessoas sãs. Todos queremos, de facto, ser felizes.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES