Lisboa |
519 anos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
“Encontrar, tocar e tratar as chagas de Jesus nas obras de misericórdia”
<<
1/
>>
Imagem

Na Missa dos 519 anos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, o Bispo Auxiliar do Patriarcado D. Joaquim Mendes lembrou que “o compromisso cristão para com os pobres comporta também o cuidado espiritual”.

 

“As chagas de Jesus podemos encontrá-las fazendo as obras de misericórdia, cuidando do corpo e também da alma; cuidando do irmão chagado, porque tem fome, porque tem sede, porque está nu, porque é humilhado, porque é escravo, porque está na prisão, no hospital, no Lar, abandonado, ou só em casa. Essas são as chagas de Jesus, hoje, diz-nos o Papa Francisco. A Santa Casa da Misericórdia tem esta missão de poder encontrar, tocar e tratar as chagas de Jesus nas obras de misericórdia. E tratá-las com ternura, porque quando as tratamos com ternura, a nossa vida muda, como aconteceu com São Francisco, com Santa Teresa de Calcutá e com tantos outros santos, que foram transformados pelas chagas de Jesus e as suas vidas deixaram um rasto de luz, Santos de uma caridade luminosa, atraente e interpelante”, lembrou o Bispo Auxiliar de Lisboa, a propósito da festa de São Tomé, apóstolo, sublinhando que quem se fixa nas chagas de Jesus é curado “da indiferença, da insensibilidade e da dureza do coração”.

Nesta celebração na Igreja de São Roque, em Lisboa, no passado dia 3 de julho, D. Joaquim Mendes realçou ainda que “o compromisso cristão para com os pobres comporta também o cuidado espiritual”. “A Santa Casa da Misericórdia, através das obras de misericórdia corporais e espirituais, tem esta bela missão de cuidar dos mais débeis, dos pobres, dos doentes, dos necessitados, cuidar não só do corpo, mas também da alma, prestando apoio espiritual e religioso, uma missão particularmente confiada à Irmandade da Misericórdia e de São Roque”, apontou.

fotos por SCML
Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Termina agora o ano judicial e milhares de casos de crianças, pais e mães envolvidos em longas contendas,...
ver [+]

P. Duarte da Cunha
Os nossos olhos e tudo o que lhes está associado no cérebro tornam possível essa coisa maravilhosa que é ver.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES