Lisboa |
Mensagem da Comissão Episcopal do Laicado e Família
“Como é bom ser pai e como é belo ser filho e ser filha!”
<<
1/
>>
Imagem

A Comissão Episcopal do Laicado e Família dirigiu uma mensagem a todos os pais, por ocasião do Dia do Pai (19 de março), destacando a “proximidade”, a “doçura” e a “firmeza” necessárias na “bela e difícil tarefa da educação” dos filhos.

 

“Neste dia dedicado ao Pai, dirigimos com alegria uma saudação cheia de afeto e gratidão a todos os pais atentos e dedicados à bela e difícil tarefa da educação de seus filhos. Um pai sabe bem como é exigente, nos tempos atuais, a missão de educar: quanta proximidade, quanta doçura e quanta firmeza são necessárias! Porém, que consolação e recompensa se experimentam quando os filhos fazem frutificar os valores recebidos no ambiente familiar! Brota a alegria que faz esquecer todo o cansaço, que supera toda a incompreensão e cura todas as feridas”, destaca a mensagem, recordando como “é particularmente importante a presença do pai nos momentos marcantes e inaugurais dos primeiros passos, das primeiras braçadas ou das primeiras pedaladas numa bicicleta sem rodinhas”. “Como seria bom que todos os filhos experimentassem a presença amorosa do pai, nestas e em tantas outras situações de viragem, bem como poder partilhar com ele gargalhadas e lágrimas, sentindo-o próximo todos os dias”, deseja a nota.

No final, a mensagem da Comissão Episcopal do Laicado e Família convida a que “pais e filhos nunca se esqueçam de que tudo passa, menos o amor: permanece o amor que se recebeu, o amor que se deu e, sobretudo, o amor que se partilhou”. “Como é bom ser pai e como é belo ser filho e ser filha!”, termina a missiva dirigida aos pais.

 

Mensagem na íntegra em: www.leigos.pt

Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Neste tempo, em que o individualismo parece imperar, apesar da destruição que gera na Sociedade,...
ver [+]

P. Duarte da Cunha
Que todos os homens querem ser felizes não parece ser objecto de discussão entre pessoas sãs. Todos queremos, de facto, ser felizes.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES