Editorial |
P. Nuno Rosário Fernandes
Não escondamos Jesus no Natal!
<<
1/
>>
Imagem

Não esqueçamos o Presépio!

Entrámos no Advento e durante as próximas semanas temos a oportunidade de preparar a vinda de Jesus. Mas nesta preparação, não esqueçamos o Presépio. Recordo, da minha infância, as vezes que me deslocava até ao pinhal mais próximo de minha casa à procura do musgo verde para construir o Presépio, que nos acompanhava desde o dia da Imaculada Conceição até ao Baptismo do Senhor. De cócoras, no chão da sala, ali construíamos o nosso Presépio porque queríamos receber bem Jesus. Era oportunidade de trabalho familiar. Cada um dedicava-se a alguma coisa específica. Eu gostava de construir o que chamávamos a cabana, porque mais do que uma gruta, o lugar onde iríamos colocar Jesus parecia uma cabana. Mas tudo, porque queríamos dar-Lhe um lugar agradável para nascer. Era tudo muito bem preparado. Naquele chão da sala havia espaço para construir, à volta, a cidade, porque afinal Jesus nasce no meio de todos e para todos. E era na chamada ‘Feira dos Pinhões’, bem à porta de casa, que íamos comprando, em cada ano, mais umas peças para o nosso Presépio. Ao lado, lá ficava a Árvore de Natal, mas não dispensávamos o Presépio porque o Natal não se faz sem Ele. Por vezes, podemos correr o risco de nos deixarmos paganizar e colocarmos de lado o Presépio e olharmos para o Natal apenas como uma festa de encontro de família. Também é. Ou de celebramos apenas o Natal das prendas, para compensarmos uma ausência ou o afastamento dos outros. Também é. Ou de celebrarmos o Natal como o momento para olhar os outros de um modo diferente, com Amor, e estarmos próximos deles. Também é. Mas tudo isso acontece porque há mais de dois mil anos nasceu, num Presépio, Aquele que veio para nos unir, trazer a Paz, dar-se como Presente ao mundo, para nos ajudar a converter e salvar. Se O deixarmos de lado, estaremos a celebrar o nosso natal e não o Natal de Jesus. Se queremos falar do Natal aos outros, não deixemos de falar de Jesus, contar Jesus, viver Jesus. Em ano de missão, sejamos capazes de afirmar Jesus, não O escondendo da sua Festa.

 

Editorial, pelo P. Nuno Rosário Fernandes, diretor

p.nunorfernandes@patriarcado-lisboa.pt

Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Ainda está por escrever a história da perseguição à Igreja católica, durante o período da dominação soviética, nos países do leste da Europa.
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
A atribuição a José Mattoso do Prémio Árvore da Vida - Padre Manuel Antunes constitui um justo reconhecimento...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES