Lisboa |
Visita Pastoral à Paróquia de São Maximiliano Kolbe
“Comunhão, missão e caridade”
<<
1/
>>
Imagem

O Bispo Auxiliar de Lisboa D. Joaquim Mendes agradeceu “o trabalho” que os Franciscanos Conventuais realizam na Paróquia de São Maximiliano Kolbe. Na final da Visita Pastoral, que decorreu de 26 a 31 de março, o prelado deixou três ‘exortações’ à comunidade cristã.

 

“Como conclusão e ao jeito de São Paulo deixo-vos três ‘exortações’ em três palavras: comunhão, missão e caridade. Comunhão – empenho em construir uma comunidade ‘família’, uma Igreja ‘família de famílias’ e família para os que não têm família, uma Igreja ‘mãe para todos e casa para muitos’; Missão – porque estamos no Ano Missionário; e Caridade – sendo sinais, testemunhas e portadores do amor de Deus junto de todos, mas sobretudo junto dos mais frágeis”, convidou o Bispo Auxiliar de Lisboa, que antes tinha agradecido “o acolhimento” e “o trabalho” de “frei Fabrizio”, pároco, e da “Comunidade Religiosa dos Frades”. “Um trabalho e uma presença com o carisma de São Francisco de Assis que é um grande dom para a Igreja. Que a comunidade tenha olhos para ver, seja grata e corresponda”, desejou D. Joaquim Mendes, na homilia da Missa de encerramento da Visita Pastoral.

O pároco de São Maximiliano Kolbe do Vale de Chelas garante que “a Visita Pastoral surpreendeu pela positiva, pela proximidade, pela familiaridade, quer do bispo quer também das pessoas”. “Penso que o caminhar pelas ruas, pelas pracetas e no meio do bairro, e encontrar as pessoas nos seus lugares, num diálogo muito familiar, criou aquilo que é, no fundo, o sentido de uma Visita Pastoral, ou seja, conhecer de perto uma comunidade e contactar com as pessoas”, refere frei Fabrizio Bordin, ao Jornal VOZ DA VERDADE. Este sacerdote italiano, de 57 anos, destaca “os encontros com as várias áreas da pastoral, como a família, a catequese, a juventude ou a caridade”, mas também “as visitas às famílias, aos doentes e a um centro de portadores de deficiência”. Presente nesta paróquia há praticamente dez anos, frei Fabrizio salienta as “muitas áreas de intervenção social” em Chelas. “D. Joaquim ficou muito contente, porque não conhecia algumas realidades, como o centro social e todo o âmbito da caridade, os idosos e as crianças. Nos vários encontros, o senhor bispo salientou muito as palavras ‘comunidade’ e ‘família’, além da dimensão comunitária da fé e da evangelização”, refere. “Todos procuraram dar o melhor, não só comunicando as atividades e o trabalho que realizam, mas também pelo manifestar de carinho com as prendas oferecidas, fruto do trabalho e da criatividade das pessoas”, termina frei Fabrizio Bordin.

 

_____________


Visita Pastoral à Paróquia de Moscavide

De 26 a 31 de março, a Paróquia de Santo António de Moscavide recebeu a Visita Pastoral de D. Daniel Henriques. Ao longo de seis dias, o Bispo Auxiliar de Lisboa contactou com as forças vivas da paróquia (conselho pastoral paroquial, conselho económico, funcionários e voluntários, escuteiros, jovens, famílias e crianças, entre outros), visitou os doentes, a junta de freguesia e instituições, mas também o centro social paroquial. D. Daniel presidiu, diariamente, à Eucaristia e também à celebração das 24 horas para o Senhor. A Visita Pastoral terminou com um almoço solidário.

texto por Diogo PB; fotos pelas paróquias de São Maximiliano Kolbe e Moscavide
A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Somos hoje, e desde há várias décadas, confrontados com leis e comportamentos que criam fraturas...
ver [+]

P. Duarte da Cunha
São cada vez mais as pessoas que perguntam o que é específico da fé cristã. Sobretudo à volta da época do Natal.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES