Lisboa |
Solenidade de Pentecostes na Sé de Lisboa
“Ofereçamos Cristo à cidade que O espera”
<<
1/
>>
Imagem

O Cardeal-Patriarca de Lisboa considera que é “na dimensão interpessoal que a cidade pode acontecer”. Na Solenidade de Pentecostes, na Sé Patriarcal, D. Manuel Clemente convidou os cristãos a “colaborar na construção da cidade”.

“Podemos e devemos colaborar na construção da cidade. Reconhecendo tudo o que de bom cada um transporte, na pluralidade de tradições e projetos que nos traga. E tendo bem presente a exortação de São Pedro à pequena comunidade cristã de Roma, muito limitada que estava num mundo tão diverso e já hostil: «no íntimo do vosso coração, confessai Cristo como Senhor, sempre dispostos a dar a razão da vossa esperança a todo aquele que vo-la peça; com mansidão e respeito, mantendo limpa a consciência, de modo que os que caluniam a vossa boa conduta em Cristo sejam confundidos, naquilo mesmo em que dizem mal de vós» (1 Pe 3, 15-16). Palavras oportunas para o Pentecostes que havemos de cumprir hoje em dia. Ofereçamos Cristo à cidade que O espera. Sabemo-lo nós, saibamo-lo para todos”, convidou o Cardeal-Patriarca, na manhã do passado Domingo, 23 de maio.

Na sua homilia, D. Manuel Clemente tinha começado por lembrar que a Solenidade de Pentecostes marca o fim do tempo pascal. “É caso para agradecer muito a Deus. É caso para nos perguntarmos se tudo passou da grandeza da Palavra ouvida e da beleza dos ritos celebrados para o nosso coração convertido e ainda mais apaixonado por Cristo. Por Cristo e pelo Evangelho vivo que nos deixou, para o anunciarmos por palavras e obras”, questionou.

A OPINIÃO DE
P. Duarte da Cunha
Talvez não sejam os temas mais urgentes, mas são, certamente, emblemáticos, para explicar a necessidade...
ver [+]

Isilda Pegado
1. Está já anunciado na Comunicação Social que deram entrada no Parlamento dois projectos de Lei para ampliar os prazos para a prática do Aborto.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES