Lisboa |
Bispo de Baucau
Morreu D. Basílio do Nascimento, que teve “relevante papel” em Timor-Leste
<<
1/
>>
Imagem

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) exprimiu “profunda consternação” pelo falecimento, a 30 de outubro, de D. Basílio do Nascimento, Bispo de Baucau (Timor-Leste), de 71 anos, vítima de ataque cardíaco. “É reconhecido o seu relevante papel na construção democrática da jovem nação timorense, sendo uma das vozes mais escutadas no período antes do referendo de 1999, sobretudo com os comentários sobre a situação em Timor-Leste”, salienta uma nota, recordando a presença do prelado no nosso país: “A Igreja em Portugal muito beneficiou da sua presença sábia e serena, em particular a Arquidiocese de Évora, onde estudou, foi ordenado sacerdote e exerceu várias funções como a de pároco, professor de teologia, diretor espiritual no seminário e responsável pela pastoral das vocações”.

Também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou “profundamente” a morte do primeiro presidente da Conferência Episcopal Timorense, que foi uma “figura marcante da luta pela independência de Timor-Leste” e desempenhou um “papel fundamental na defesa da liberdade e democracia” no país, salienta uma nota. Já o primeiro-ministro, António Costa, escreveu no Twitter que “foi com tristeza” que tomou conhecimento da morte de D. Basílio, um bispo que esteve “sempre ao lado do povo”.

A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Se há característica que identifica o Cristianismo e os Cristãos, desde há 2000 anos, é o seu interesse pela vida Pública.
ver [+]

Tony Neves
O Papa Francisco, na Mensagem para o Dia Mundial da Paz, apresenta os três caminhos que conduzem à...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES