Lisboa |
Aos 50 anos, vítima de doença
Faleceu o padre António Pedro Boto de Oliveira
<<
1/
>>
Imagem

Faleceu na noite de 5 de janeiro, no IPO, em Lisboa, o padre António Pedro Boto de Oliveira, de 50 anos, pároco de Santa Catarina e Mercês, na Vigararia Lisboa I. Nascido a 5 de fevereiro de 1971, em Lisboa, foi ordenado sacerdote em 1996, nos Jerónimos, pelo Cardeal Ribeiro, após frequentar os seminários de Almada e Olivais, entre 1990 e 1996. Da ordenação até ao ano 2000, o padre António Pedro foi vigário paroquial da Amadora e Falagueira, acumulando, a partir de 1997, a responsabilidade da quase-paróquia de São Brás. Foi ainda pároco de Nossa Senhora da Encarnação, na cidade de Lisboa e, desde 2004, pároco de Santa Catarina, acumulando, desde 2007, com as Mercês, também na cidade de Lisboa.

Formado em Roma, na Universidade Gregoriana, com o Curso Superior para os Bens Culturais da Igreja, o padre António Pedro Boto de Oliveira foi diretor-adjunto e depois diretor do Departamento dos Bens Culturais da Igreja, entre 2004 e 2007. Em 2005, foi membro da Comissão Bilateral entre a Santa Sé e o Governo Português. No Patriarcado de Lisboa, entre 2007 e 2012, foi diretor do Sector dos Bens Culturais do Departamento da Comunicação e Cultura e, em 2009, foi nomeado diretor do Centro Cultural do Patriarcado de Lisboa. O sacerdote foi também responsável pelo Serviço de Património: Investigação e Promoção Cultural e pelo Serviço de Inventário e Apoio Técnico e docente na Universidade Católica Portuguesa.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
Continuamos a ler os Atos dos Apóstolos, e a acompanhar Paulo e Barnabé no seu percurso: «Naqueles...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
A dor não é uma desgraça, mas uma experiência de amor que, ao unir-nos ao sacrifício de Cristo na Cruz, nos aproxima dos irmãos.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES