Lisboa |
Patriarcado de Lisboa prepara Encontro Mundial das Famílias
“Colaboração entre todos para fortalecimento das famílias”
<<
1/
>>
Imagem

Dezasseis das 18 vigararias do Patriarcado de Lisboa, e ainda dez movimentos, obras ou outras realidades eclesiais, estiveram representadas no Encontro Diocesano da Pastoral da Família, com o tema ‘A caminho do Encontro Mundial das Famílias’, que procurou preparar a diocese para o encontro com o Papa Francisco, em Roma, que vai decorrer de 22 a 26 de junho próximo.

Tendo em conta o agravamento da situação pandémica, o formato do encontro, no dia 15 de janeiro, foi alterado de presencial para online. “Apesar da tristeza da distância física, e da limitação que isso representa na relação entre os participantes, foi possível viver a alegria da colaboração entre todos para o fortalecimento das famílias, em particular nestes anos tão exigentes”, observa, ao Jornal VOZ DA VERDADE, o casal diretor da Pastoral Familiar de Lisboa, Regiani e Tiago Líbano Monteiro. O encontro era dirigido a todos os casais, leigos, padres e diáconos envolvidos em temas da família. “Estiveram presentes 60 casais, cinco leigos, um bispo, quatro padres e uma religiosa, num total de mais de 100 pessoas. Estavam representadas 16 das 18 vigararias da Diocese de Lisboa e dez movimentos, obras ou outras realidades eclesiais”, revelam os responsáveis.

Regiani e Tiago sublinham que o Encontro Diocesano da Pastoral da Família decorreu “num formato de reunião de trabalho”, e “procurando já uma vivência sinodal”. Após a oração, a abertura esteve a cargo do assistente do Setor da Pastoral Familiar de Lisboa, padre Duarte da Cunha, que “fez o enquadramento, explicando a origem e evolução dos Encontros Mundiais das Famílias (EMF)”. Margarida e Vasco Sá Nogueira, do Departamento Nacional da Pastoral da Família, explicaram depois “o formato proposto pelo Papa para o EMF deste ano – multicêntrico e disseminado, espalhado por todas as dioceses do mundo –, tendo em conta a situação de pandemia”. Na primeira sessão de trabalho, os participantes foram “divididos aleatoriamente em seis grupos”, em salas virtuais, para “propor e discutir ideias de iniciativas para a semana do EMF”. A segunda parte desta sessão iniciou-se com a explicação, pelo casal responsável desta pastoral, “das propostas vindas de Roma para o caminho a percorrer até ao EMF”. Depois, Ana Catarina Calado, do Famílias comVida, explicou “a proposta das Oficinas da Família”, promovida por esta Fundação ligada à Cáritas Diocesana e à Pastoral da Família da Diocese de Lisboa.

Na segunda sessão de trabalho, segundo Regiani e Tiago Líbano Monteiro, “os participantes foram divididos de novo em seis grupos, mas desta vez por zonas pastorais”. “Assim, as paróquias vizinhas puderam começar a delinear o caminho, em modo sinodal, que farão até ao EMF”, esclarecem, lembrando que o encontro com o Papa “terá uma ligação forte à Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023”. No final, foram “votadas as ideias registadas” durante a primeira sessão, “que serão agora trabalhadas pela Equipa Diocesana da Pastoral da Família”. D. Daniel Henriques, Bispo Auxiliar de Lisboa, encerrou o encontro.

 

____________

Através do Jornal VOZ DA VERDADE, o casal diretor da Pastoral Familiar de Lisboa, Regiani e Tiago Líbano Monteiro, revela que “a Festa da Família foi mudada para o dia 26 de junho de 2022”, na Vialonga, Vigararia de Vila Franca de Xira-Azambuja, “por forma a ser a Festa do encerramento do Encontro Mundial das Famílias”.

texto por Diogo Paiva Brandão
A OPINIÃO DE
P. Manuel Barbosa, scj
1. Em setembro de 2008, cerca de 800 pessoas de todas as Dioceses de Portugal participaram em Fátima...
ver [+]

José Luís Nunes Martins
A vida é feita de inúmeras perdas. Todos os dias o nosso caminho segue enquanto há algo que temos de deixar para trás.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES