Lisboa |
Semana Diocesana da Saúde
“Dinamizar a Pastoral da Saúde na paróquia e no hospital”
<<
1/
>>
Imagem

O diretor da Pastoral da Saúde do Patriarcado de Lisboa desafiou as paróquias e os hospitais a dinamizarem esta área da pastoral, de forma a criarem comunidades misericordiosas e compassivas. “Tendo presente o mandato de Jesus de evangelizar e curar e o desafio do nosso Patriarca de sair ao encontro das periferias, no nosso caso, da saúde e do sofrimento, propomos uma reflexão para dinamizar a Pastoral da Saúde na paróquia e no hospital. A intenção é proporcionar um itinerário reflexivo aos grupos da saúde e desafiá-los a um trabalho pastoral conjunto, de forma a criarem um novo dinamismo missionário capaz de contagiar a comunidade e envolvê-la na promoção do evangelho da vida e da saúde, tornando-a uma hospedaria dos mais frágeis, isto é, uma comunidade misericordiosa e compassiva”, convidou o padre Fernando Sampaio, numa mensagem vídeo por ocasião da Semana Diocesana da Saúde, de 2 a 7 de abril.

 

 

Organizada a propósito do Dia Mundial da Saúde, no dia 7 de abril, a Semana Diocesana da Saúde tem como tema principal ‘O doente na paróquia, presença e proximidade’ e inicia-se com as Jornadas de Voluntariado para a Saúde, que vão decorrer na manhã deste sábado, dia 2 de abril, entre as 9h00 e as 12h30, no Externato de São Vicente de Paulo, no Campo Grande, em Lisboa. “Pretende-se preparar o recomeço, depois do tempo de contingência e afastamento social a que estivemos sujeitos”, salienta este responsável. Neste Domingo, 3 de abril, o Cardeal-Patriarca, D. Manuel Clemente, preside à Missa, na Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, no Parque das Nações, em Lisboa, às 11h00, que vai ser transmitida em direto pela TVI. “Na Eucaristia queremos homenagear os médicos, enfermeiros, psicólogos, farmacêuticos e outros profissionais de saúde; prestigiar as organizações e instituições da Igreja que prestam cuidados de saúde à população, com uma particular sensibilidade aos mais pobres; e dar graças ao Senhor pelos capelães e assistentes espirituais, pelos voluntários hospitalares e pelos núcleos e grupos da Pastoral da Saúde paroquiais e hospitalares”, revela o diretor da Pastoral da Saúde do Patriarcado de Lisboa.

A partir de 4 de abril, “e ao longo de várias semanas”, a Pastoral da Saúde vai enviar para as paróquias, por email, diversos ‘Subsídios pastorais’, para “alimentar este itinerário de reflexão e criatividade pastoral”. “Os grupos podem convidar outros grupos ou membros da comunidade para, juntos, trabalharem os temas. É uma oportunidade para olharem a função da Pastoral da Saúde na paróquia, a sua abertura à comunidade e ao território envolvente, bem como a missão da Igreja na promoção da vida e da saúde”, deseja este responsável, revelando ainda que “os subsídios têm como tema principal ‘O doente na paróquia, presença e proximidade’. “À volta deste tema serão desenvolvidos outros subtemas, nomeadamente: ‘Como organizar a paróquia para a missão’; ‘Cuidar dos Cuidadores’; ‘Relação Paróquia e Hospital’; ‘A Paróquia e as Equipas Profissionais de apoio domiciliário’; ‘O ministério da Consolação’; ou ‘Os profissionais da Saúde na promoção da Saúde e a Vida’”, exemplifica.

Por ocasião da Semana Diocesana da Saúde, o Patriarcado de Lisboa disponibilizou, no seu site, a lista com os contactos dos capelães hospitalares na diocese. Esta iniciativa visa “facilitar a proximidade entre o doente no hospital e o capelão”, segundo o padre Fernando Sampaio.

 

Informações: https://patriarcado-lisboa.pt/saude ou saude@patriarcado-lisboa.pt

A OPINIÃO DE
P. Manuel Barbosa, scj
1. Em setembro de 2008, cerca de 800 pessoas de todas as Dioceses de Portugal participaram em Fátima...
ver [+]

José Luís Nunes Martins
A vida é feita de inúmeras perdas. Todos os dias o nosso caminho segue enquanto há algo que temos de deixar para trás.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES