Lisboa |
XII Encontro Cristão, em Sintra
‘A Caminho’ da Unidade e da Paz
<<
1/
>>
Imagem

O Encontro que consolida passos no caminho do Ecumenismo realizou-se no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra. ‘A Caminho’ foi o tema do XII Encontro Cristão, onde dezenas de diferentes denominações cristãs se reuniram, no dia 21 de maio, para celebrar Deus, que é o centro, o motivo e a luz dos diferentes caminhantes.

Na abertura, com um vídeo do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (que desta vez não pôde participar por estar de visita oficial a Timor-Leste), o chefe do Estado sublinhou o percurso coletivo como mais importante do que a corrente meramente individual, realçando a fraternidade e o ecumenismo e apontando à Vida Eterna, que se constrói em cada dia. Deixando como mote para o resto da noite a ideia de que “ninguém tem o monopólio da verdade”, lançou a semente da partilha para as duas horas seguintes, nas quais houve música, teatro, experiências pessoais e espaço para a oração, momentos que mobilizaram uma plateia que esteve praticamente completa.

A Câmara Municipal de Sintra, anfitriã de mais um Encontro e, desta vez, pela voz do vereador Domingos Quintas, lembrou o Papa Francisco que, recentemente, lamentou a corrente da “tristeza individualista” apontando a uma atitude conjunta porque só assim, juntos, “encontramos o caminho”.

As diversas intervenções da noite foram pautadas pela música, com quase duas dezenas de músicos e cantores, e por uma peça com atores em palco e projeções audiovisuais que começaram por questionar estes tempos de amizades virtuais, notificações e ‘likes’ nas redes sociais em detrimento das relações físicas e pessoais. A história não podia ser mais atual, chegando também ao acolhimento dos refugiados ucranianos que tem sido uma ação tão presente na vida de tantos cristãos.

Vultos de várias comunidades religiosas, nomeadamente o padre Peter Stilwell, diretor do Departamento das Relações Ecuménicas e do Diálogo Inter-Religioso do Patriarcado de Lisboa, António Calaim, presidente da Aliança Evangélica Portuguesa, o Bispo Sifredo Teixeira, da Igreja Evangélica Metodista de Portugal, e D. Pina Cabral, da Igreja Lusitana - Comunhão Anglicana, responderam a perguntas sobre os desafios que os dias de hoje impõem ao “caminho”, reforçando Jesus como luz em tempos em que a escuridão parece pautar o horizonte. O apelo foi feito pelo Pastor Nuno Ornelas, que reforçou a importância de se estar atento aos sinais e de celebrar as pequenas vitórias no nosso caminho de fé.

Num momento particularmente emotivo e introspetivo, um casal ucraniano-russo fez as orações nas suas línguas nativas, fazendo um apelo claro à paz, uma atitude que também já tinha sido muito aplaudida durante a atuação de um coro ucraniano.

O Pai-Nosso foi rezado em conjunto, na fórmula partilhada por todos os cristãos, um sinal de que Jesus Cristo faz caminho com todos os que n’Ele acreditam.

texto por Miguel Fernandes; fotos DR.
A OPINIÃO DE
P. Manuel Barbosa, scj
1. Em setembro de 2008, cerca de 800 pessoas de todas as Dioceses de Portugal participaram em Fátima...
ver [+]

José Luís Nunes Martins
A vida é feita de inúmeras perdas. Todos os dias o nosso caminho segue enquanto há algo que temos de deixar para trás.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES