Uma semana com... um padre |
Padre Maurício Guevara: O ?médico? da alma
<<
1/
>>
Imagem

Em plena Semana Santa, a VOZ DAVERDADE fez as malas e ‘partiu’ rumo à Argentina para conhecer o padre Maurício Guevara, sacerdote dos Missionários da Consolata. Este “médico da alma” – que desistiu no último ano do curso de medicina – realiza missão em Lisboa e partilhou a sua semana no blogue “Uma semana com… um padre”.

A partilha deste sacerdote argentino inicia-se com a explicação do seu passado: esteve para ser médico mas cedo percebeu que “era impossível encontrar o caminho da felicidade, tendo como ponto de partida tudo aquilo que era superficial e passageiro, que dura pouco e sabe a nada”. Desse modo, algumas perguntas ecoaram na sua cabeça: “Quem sou? Para onde vou? Porque tenho tudo e não sou feliz?”. Hoje, com 37 anos, essas perguntas já se esvaneceram. “Estou convencido que nasci para ser sacerdote e missionário e como ministro de Deus tenho a minha obrigação de abraçar o mundo como Deus abraça. Esta é a minha missão!”.

No Domingo de Ramos, segundo dia da partilha, o padre Maurício explica qual a sua missão: “Sou um missionário ‘Ad gentes’ ou ‘inter gentes’, isto quer dizer que como missionário da Consolata, entregamos a nossa vida a Deus para levar o Evangelho a terras longínquas onde ainda não conhecem Cristo”. É o desafio de saber “abraçar a diferença”. Conheça este desafio em http://umasemanacom.blogspot.com.

Na segunda-feira, dia 29 de Março, o padre Maurício explica porque abandonou a medicina: “Nos últimos anos de faculdade comecei a ver que há doenças que a medicina não pode curar, mas não por isso a vida para esses doentes acabou. A descoberta do grande tesouro que Deus põe nas mãos do sacerdote fez-me compreender que fui chamado à vocação capaz de curar e consolar, e que não caduca com a reforma dos anos. Sou sacerdote, ou médico da alma para sempre!”.

Como missionário, o padre Maurício teve uma experiência de cinco anos no Congo onde conheceu Mwinga, um rapazinho que tinha um sonho. Saiba qual em http://umasemanacom.blogspot.com.

Em plena Semana Santa, este sacerdote confessa gostar da Páscoa por esta ser uma ocasião para renovar a fé de cada um: “Gosto imenso da Páscoa não só porque me faz experimentar, depois de uma Quaresma bem vivida, a passagem do homem velho para o homem novo, mas gosto sobre tudo porque é uma ocasião fabulosa para renovar e purificar o meu caminho de Fé. Sim, a nossa fé não pode ser sempre a mesma, nem muito menos estática. Ela deve actualizar-se na dinâmica do Espírito que mexe a nossa história.”

No dia das mentiras, o padre Maurício não mente e diz-se agradecido por ter sido chamado e coloca a Eucaristia como “o ponto de partida e o ponto de chegada de toda missão”. Nela, o padre Maurício destaca o momento da consagração e da comunhão: “A graça de poder tornar vivo e presente a Cristo no meio de nós, cada vez que consagro o pão e o vinho na missa, é a experiência mais grandiosa que o meu coração sente cada vez que celebro. Realmente não chegariam todos os dias da minha vida para agradecer a Deus o dom tão sublime da minha Vocação!”.

Sexta-feira Santa é o último dia de partilha deste missionário, que se despede dos internautas com um convite: “Abraçar a cruz de Cristo”.

Comentários e opiniões:

“Padre Mauricio, ainda sem ler a sua partilha de segunda-feira, já tinha pensado em lhe dizer que neste mundo ser médico da alma é mais urgente e necessário. Fico feliz por entender da mesma maneira, pois nós necessitamos de bons médicos, que nos ajudem a curar-nos dos ódios, invejas e todo o tipo de maledicências.”

Romão (Gaeiras)

 

“Parabéns pelas fabulosas reflexões que continua a partilhar! Fico feliz que esteja de volta a Portugal e que participe na PJM2010, pois o seu testemunho e o modo como fala aos jovens chega aos nossos corações :D Vou guardar para sempre as lembranças da Páscoa Jovem, foi sem dúvida uma semana que marcou a minha vida!”

Catarina Ciríaco, PJM'09

 

“Caro pe. Guevara. É assim mesmo que o quero tratar. Guevara faz-me lembrar o seu homónimo, Che, o tal da revolução!! Mas a sua revolução é a do Amor, e isso nota-se, respira-se nas suas partilhas. Desejo que o seu sonho, e o sonho de Deus se cruzem, para estabelecer um Reino de Amor e de Paz. Como diz o poeta ‘pelo sonho é que vamos’.”

Salomé (Gaeiras)

 

“Caro Pe Maurício, que Deus o continue a iluminar, para ajudar o povo a caminhar na verdade e no amor. Os seus testemunhos são uma oferta para descobrir o que é mais importante na vida do cristão. Não podemos ficar na superficialidade mas temos de olhar os sonhos dos nossos irmãos. Santa Páscoa, com a alegria de Jesus Ressuscitado.”

Anónimo

 

“‘Felizes os que crêem sem terem visto’, disse Jesus a Tomé, e feliz é o Pe. Maurício Guevara e todos cristãos que assim acreditam sem o verem, uma excelente Páscoa.”

Luis Lopes da Benedita

 

Todas as partilhas do padre Maurício Guevara

http://umasemanacom.blogspot.com/search/label/Pe.%20Maurício%20Guevara

João Carita
A OPINIÃO DE
Pe. Alexandre Palma
Vivendo numa época pródiga em tantos progressos tecnológicos, talvez nos surpreenda verificar que a...
ver [+]

Pedro Vaz Patto
Grande clamor e indignação suscitou a proposta (entretanto retirada) da Comissão Europeia de aconselhar/proibir...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES