Entrevistas |
Pilar Ramos, da Universidade da Maturidade de Belém: Envolver e integrar a comunidade através da formação sénior
<<
1/
>>
Imagem

Neste mês de Outubro, vai abrir portas a Universidade da Maturidade de Belém. Um projecto de leigos cristãos, com origem na paróquia de Santa Maria de Belém, em Lisboa, e que é especialmente dirigido às pessoas de mais idade.

O que é este projecto da Universidade da Maturidade de Belém?

A Universidade da Maturidade de Belém – UMBEM – é um projecto que tem vindo a ser concebido progressivamente. Nós acreditamos que tudo aquilo que uma pessoa transmite ou ensina é também aquilo que ela própria necessita de aprender, de aprofundar, de dar consistência. A UMBEM tem a ver com a vida, começando pela nossa própria vida. Não podemos deixar de referir que por trás deste projecto estão muitos outros projectos sociais e leituras que nos inspiraram, nomeadamente os livros do Papa – ‘Caritas in Veritate’, ‘Deus Caritas Est’, ‘Jesus de Nazaré’, a ‘Luz do Mundo’ – como também todos os seus ensinamentos e os frutos da sua estadia, em Maio do ano passado, aqui em Portugal.

 

De que forma vai ser concretizado este projecto?

A UMBEM nasceu numa Associação que criámos antecipadamente, de modo a podermos desenvolver os nossos projectos sociais em outras instituições. Estamos inscritos na Rede das Universidades de Terceira Idade (RUTIS). Mais tarde, devido à formação e ligação à Logoterapia decidimos criar uma associação que formalmente desse peso à sua aplicação em Portugal e criámos a Associação de LogoEducação para a Maturidade, hoje o berço da UMBEM.

Estamos prestes a iniciar as actividades, o que prevemos que aconteça em Outubro. Iremos oferecer áreas de formação geral contínua ligadas à religião, às ciências políticas, sociais, artes, desporto, gestão do stress, voluntariado e empreendedorismo.

A Universidade da Maturidade de Belém tem, assim, três grandes áreas, às quais no seu conjunto demos o nome de ‘Caritas in Veritate’: Formação Geral; projecto de Voluntariado Comunitário e Social “O AMIGO” e “OS AMIGUINHOS” e o projecto de Empreendedorismo Sénior comunitário e social “SER E AGIR”. Tudo isso vai ser possível concretizar, através do envolvimento e integração feitos nos dois sentidos, da UMBEM para a comunidade e desta em relação à UMBEM, pois somos um projecto comunitário. Várias organizações cederam generosamente o próprio espaço para podermos desenvolver as actividades, enquanto outras instituições nos apoiam de outras formas. A colaboração tem sido muito positiva, a todos os níveis, pelo que nós nos sentimos muito agradecidos.

 

Este projecto destina-se a pessoas de mais idade. Porquê esta opção?

Como cristãos, devemos abrir-nos ao ser pessoa em qualquer idade. Temos o sonho de poder trabalhar promovendo as boas relações intergeracionais, principalmente entre os adultos de mais idade e as crianças. Faz oito anos que o Luís Santos e eu trabalhamos voluntariamente na Universidade de Terceira Idade de Setúbal. Tal como o Santo Padre refere no seu livro ‘Luz do Mundo’, o ser pessoa é algo grande e desafiante. . Não é um sinal, entre muitos outros, de que Deus existe e está presente entre nós, a que devemos dar ouvidos? Por isso, interessamo-nos muito pelo tema da maturidade e igualmente pela aplicação da Logoteoria de Viktor Frankl em diferentes contextos sociais e numa perspectiva educacional. Hoje, estamos a sofrer uma profunda crise, à qual as nossas sociedades não estão preparadas para responder. É necessário, mais do que nunca, defender a nossa dignidade humana, pois a pessoa humana é património da humanidade. As pessoas de mais idade, como educadores que são, pela experiência de vida e sabedoria que alcançaram, têm um grande papel nas nossas sociedades.

 

Mas a Universidade a quem se dirige concretamente?

Dirige-se às pessoas de ambos os sexos, a partir dos cinquenta e cinco anos, mas pretendemos alargar as actividades a todos os que abaixo dessa idade o desejarem e se encontrem desempregados. Estamos igualmente a criar meios de poder proporcionar a frequência de pessoas sem poder económico.

 

________________


O envolvimento da Igreja

Em que medida a Igreja está envolvida, nomeadamente através da paróquia de Santa Maria de Belém (Jerónimos)?

A UMBEM é ‘filha’ da Igreja e teve como ‘ninho’ a paróquia de Santa Maria de Belém. A Igreja tem sido determinante para a concretização do nosso projecto, nomeadamente através da Direcção Espiritual que vamos recebendo do pároco, cónego José Manuel Ferreira, além de todo o apoio e incentivo que nos tem dado, com conselhos, com carinho e com acções concretas. Por outro lado, será na paróquia que se irão realizar todas as actividades ligadas à Religião.

A OPINIÃO DE
Padre Fernando Sampaio
Nenhum pecador pode permanecer na presença de Deus. O Profeta Isaías, depois da visão de Deus, sentiu-se...
ver [+]

Maria José Vilaça
Vivemos estes últimos meses marcados por várias notícias que merecem alguma reflexão. Desde as eleições...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES