Na Tua Palavra |
D. Nuno Brás
O homem da Palavra

Nem sempre – particularmente nestes últimos anos – estive de acordo com algumas afirmações proferidas pelo Cardeal Martini, Arcebispo Emérito de Milão, falecido no passado sábado. Mas isso não fez desaparecer nem a minha pessoal admiração pelo homem e pelo pastor, ponto de referência para a Diocese de Milão e para todos aqueles que, mesmo fora daquela diocese, liam os seus escritos e deles retiravam profundos ensinamentos para a sua vida cristã, tal como, não diminui, obviamente, o facto de Carlo Maria Martini ter sido um gigante, a quem a grande maioria dos milaneses queria como pai.

Perito de renome mundial no estudo da Sagrada Escritura, particularmente no que toca ao texto original do Novo Testamento, foi nomeado para Arcebispo de Milão, uma das maiores dioceses do mundo, logo nos primeiros anos do pontificado do Beato João Paulo II (finais de 1979). Ao tomar posse da diocese, entrou na catedral com o livro dos evangelhos em punho.

Este gesto, carregado de significado, veio a constituir uma marca de toda a sua actividade em Milão: ele foi um dos responsáveis por, desde os finais do século XX, a Sagrada Escritura ter deixado de constituir apenas uma tarefa de técnicos exegetas, para ser Palavra em que Deus, por meio da Igreja, se dirige aos cristãos e a todos os que, de coração aberto, se deixam por ela envolver.

Aliás, a Palavra de Deus é mesmo um dos três “instrumentos muito fortes” que, na sua última entrevista, o Cardeal Martini aponta para a constante renovação da Igreja, ao lado da conversão e dos sacramentos. Acerca da Palavra de Deus, o antigo sucessor de Santo Ambrósio acrescentava: “Só quem percebe no seu coração esta Palavra pode fazer parte daqueles que ajudarão na renovação da Igreja e saberão responder às questões pessoais com uma escolha acertada. A Palavra de Deus é simples, e procura um coração que escute”.

A OPINIÃO DE
P. Nuno Amador
Joker, de Todd Phillips, é um filme sublime e perturbador. Sublime na lentidão certa com que nos dá...
ver [+]

Isilda Pegado
1. Na Universidade diziam-nos que quando entra a Justiça, já não há Família. E por isso, o chamado...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES