Na Tua Palavra |
D. Nuno Brás
O novo Papa

Quando esta edição do Voz da Verdade chegar às mãos dos leitores, muito possivelmente, já será conhecido de todos o nome do novo Papa. Neste momento em que escrevo (final da manhã de quarta-feira), como é óbvio, não é possível ainda saber quem é, mas os prazos impostos para que o jornal chegue a todos são os que são…

E, no entanto, quem quer que ele seja, é o Papa, o Sucessor de Pedro, aquele que fala em nome da Igreja e, sobretudo, em nome de Deus.

Durante os dias que antecederam o Conclave, muitos foram aqueles que se pronunciaram sobre como devia ser o novo Papa, alguns deles afirmando-se publicamente não-crentes. Outros, dizendo-se “católicos” mas críticos de tudo, foram chamados pelas televisões para que os comentários das transmissões sobre o início do Conclave não fossem demasiado “certos” e tivessem alguma (ou muita) dissensão à mistura, pensando que, assim, ficava garantida a “pluralidade” – tanto é o medo do “ruído” dos ateus, dos descrentes ou dos que se dizem “simplesmente agnósticos”…

Quase todos se pronunciaram sobre qual deveria ser a “agenda” ou o “programa” do novo Papa. Aquilo que me impressionou foi ver como os critérios resvalavam sempre para a política, mesmo eventualmente a eclesiástica, e pouco tinham de olhar de fé.

No momento em que escrevo estas linhas, não conheço ainda a pessoa do novo Sucessor de Pedro. Não sei qual é a sua “agenda”, ou seja, que assuntos vai ter como prioridade. Sei, apenas, que a Igreja é de Cristo. Sei que Ele lhe prometeu a Sua presença até ao fim dos tempos. Sei que Pedro, no leme da barca, não está nunca só. E sei que, apesar de não ser digno disso, por graça de Deus, também eu caminho na barca de Pedro. Quero caminhar nela, quem quer que suceda ao Pescador da Galileia, porque apenas na sua barca se encontra Cristo plenamente.

Quem quer que seja o novo Papa, venha de onde vier, tenha uma figura simpática ou seja ele pouco fotogénico, saiba falar muitas ou poucas línguas, será sempre o Santo Padre. E eu quero estar sempre com Pedro, porque quero estar sempre com Jesus.

A OPINIÃO DE
Isilda Pegado
1. Somos hoje, e desde há várias décadas, confrontados com leis e comportamentos que criam fraturas...
ver [+]

P. Duarte da Cunha
São cada vez mais as pessoas que perguntam o que é específico da fé cristã. Sobretudo à volta da época do Natal.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES