Especiais |
Projeto ‘I Want You Happy’
Luz para os outros
<<
1/
>>
Imagem

“Este projeto só faz sentido se a mensagem chegar aos outros”. É desta forma que Vera Noronha define o ‘I Want You Happy’, um projeto original de divulgação de mensagens bíblicas e de inspiração cristã, através de placas de inox. Designer de profissão, esta jovem explica o objetivo e como nasceu este projeto que assinala dois anos em outubro.

 

Foi no dia 2 de outubro de 2012, data em que sentiu “maior segurança para o fazer”, que Vera Noronha apresentou na rede social Facebook (www.facebook.com/IWantYouHappyVN) as primeiras fotografias do seu novo trabalho. Apesar de ter passado por algumas “etapas” antes de mostrar a todos a sua primeira criação, Vera explica ao Jornal VOZ DA VERDADE que “não se trata simplesmente de ir buscar uma frase”. “Este projeto requere alguma profundidade. Não trabalho as peças com um fim comercial”, garante. Também o nome do projeto ‘I Want You Happy’ (Quero-te feliz) é fruto da inspiração de Vera nas palavras do Evangelho, em particular nas «Bem-Aventuranças». “Foi uma ideia que retirei, a partir de ‘Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu’. Deus e alegria – esta é a associação que procuro dar a este projeto e que serve, em primeiro lugar para mim e depois para os outros. Só assim este projeto tem sentido”, aponta.

Antes de obter a licenciatura em Design Gráfico, Vera Noronha, de 33 anos, esteve envolvida em projetos de ação social da Universidade Lusíada, os quais a levariam até Cabo Verde para uma missão. “O tempo de missão é uma catequese que vamos tendo. As visitas a lares, prisões e a participação em peregrinações foram uma forma de evangelização que me ajudou a estruturar a pessoa que sou e pensar como transmito aos outros a mensagem cristã”, revela.

Paralelamente, e a partir do interesse pela vida de Santo Inácio Loyola e pela proximidade de alguns amigos, Vera esteve ligada à Companhia de Jesus (Jesuítas) e está agora como animadora de uma Comunidade de Vida Cristã (CVX). “É um caminho que está a começar e que tem 3 pilares fundamentais: espiritualidade, missão e comunidade. Essas bases têm-me proporcionado as melhores condições para poder discernir sobre a minha vida”, refere.

 

Dúvidas

Antes do início do projeto ‘I Want You Happy’, Vera passou por alguns momentos de discernimento sobre a sua “missão no mundo”. Depois de ter completado 25 anos e ter terminado a licenciatura, partiu para São Paulo, ao abrigo de um programa de estágios. Essa primeira experiência de trabalho trouxe algumas modificações na sua vivência da fé. “A vida profissional provocou um distanciamento. No Brasil continuava a ir à Missa mas sentia que não havia um estimulo diário, como acontecia quando estava integrada numa comunidade”, admite. Depois da primeira experiência de trabalho, Vera esteve 3 anos em Londres. “Nesse tempo tudo aconteceu”, conta. A adaptação a “um país diferente, uma cidade tão internacional que convidava a um outro estilo de vida – diferente da que estava habituada, levou a perder um pouco da espiritualidade e da oração”, que até então a tinham acompanhado. Vera Noronha conta ao Jornal VOZ DA VERDADE que durante os anos que viveu em Londres “bateu no fundo” no que diz respeito à sua vivência da fé. “Procurei muito saber ‘o que estou aqui a fazer? Qual o meu objetivo? Qual a minha missão?’ Toda a vida ouvi que todos temos uma missão e eu não estava a perceber muito bem o que Deus queria de mim”, lembra.

 

Palavras ganham luz

Perante a busca por respostas às perguntas com que se confrontou, Vera Noronha foi tendo algumas “luzes”. “Foi nessa busca, através da oração e da leitura da Bíblia que obtive algumas respostas. Lembro-me de ter escrito que tudo o que o que eu quisesse saber estava na Bíblia. E é preciso começar por aí”, afirma. “Nesse dia, em Londres, liguei para a minha mãe, que estava em Portugal, e pedi-lhe que me enviasse uma Bíblia. Durante três meses, em qualquer espaço, entre estações de metro, cafés e outros espaços públicos lia a Bíblia e tomava apontamentos. Era muito bom porque as palavras que, até então, me pareciam distantes, começaram a fazer ‘arder’ o coração. Existe mesmo um coração que arde porque está a deixar de ser de pedra para começar a ser real!”, realça esta jovem de Lisboa. “Aqueles nomes que escutava começavam a ser os meus e a história que lia já não era distante porque começava a ser a minha própria história com Jesus”.

Depois deste “encontro” com Cristo, a partir da Palavra de Deus, Vera começa a sentir que “não dá para ficar parada”. Surgiu então a ideia de “pôr os talentos”, como designer, ao serviço. “Ele chamava-me para fazer algo relacionado com o meu trabalho”, conta. Ainda sem ter a certeza quanto à finalidade do que procurava fazer com as frases bíblicas, Vera Noronha lembra que um dia, a partir da internet, “recolheu um conjunto de imagens” com que se identificou. Entre elas, muitos exemplos de “tipografia, luzes, gestos de pessoas a abraçarem-se em momentos de muita alegria”. “Percebi, através dessa pesquisa, que o que quer que fizesse teria de ter ‘luz’ porque as palavras ganharam luz”, garante. Estava certa de que “bastariam poucas palavras para dar uma mensagem muito forte” a quem as lesse. Estava dado o ponto de partida para o seu projeto ‘I Want You Happy’.

 

Chegar a todos

“Só faz sentido se a mensagem chegar aos outros”. Este é, para a designer Vera Noronha, o seu objetivo com este projeto e é “a primeira consequência de uma pessoa que tem um encontro com Jesus”. “Quem se encontra com Jesus não consegue estar calado! Foi isso que senti e tenho vontade que todos percebam como é bom”, explica. “Cada uma das mensagens pode ser o início de um caminho para alguém”, afirma, esperançada.

No processo de criação das peças, “a oração tem um papel essencial”. “Rezo para que não apresente interferência ao Espírito Santo, que seja Ele a conduzir aquela mensagem, desde a sua conceção na chapa até às pessoas que com ela se encontrarem. Deus sabe e entende o que é melhor para os outros. Eu só tenho o trabalho de aperfeiçoar a peça, procurar as melhores luzes, matérias, e pouco mais”, refere Vera Noronha, que colaborou com a criação de alguns materiais gráficos para a paróquia de São Mamede, em Lisboa.

A partir de um contacto por email ou Facebook, qualquer pessoa pode encomendar uma peça. Se houver ainda uma indecisão quanto à frase a escolher, Vera tem já “algumas frases numa lista que envia de imediato e que já foram publicadas anteriormente” na página do Facebook do projeto ‘I Want You Happy’. Porém, a designer frisa que “não aceita qualquer frase”. “Apenas frases bíblicas ou de inspiração cristã” têm lugar nos seus trabalhos. Uma vez escolhida a frase, “parte-se para o layout” e espera-se a aprovação do desenho, antes de cortar a chapa em inox. Concluído o corte, é a própria Vera quem “trata dos acabamentos da peça, da embalagem e da entrega”.

 

Mensagem de vida eterna

Além do trabalho que tem num departamento criativo, Vera aproveita “o fim do dia e alguns fins-de-semana” para se dedicar ao seu projeto. Mesmo assim, “várias vezes, durante a hora do almoço”, vai a casa, onde tem o escritório, para enviar “algumas propostas e eventuais alterações”, refere.

Depois de consolidar a criação das placas de inox, Vera Noronha tem ainda o objetivo de chegar a outros formatos e a outros países. “Estou a criar outros formatos para que possa ‘chegar a todos’. Todos precisamos de lembretes diários do que Jesus quer de nós e o que tem para nos dizer. Por isso, se puder ter numa almofada, candeeiro, numa capa de telemóvel, numa t-shirt ou noutros formatos mais acessíveis uma mensagem que lembre a existência do amor de Deus seria o ideal”, aponta Vera Noronha. “Gostava de internacionalizar o projeto, ultrapassando as barreiras da língua. O que me motiva sempre é a divulgação da mensagem cristã, porque é uma mensagem de vida eterna”.

  

___________________

 

‘I Want You Happy’ com novo site

O projeto da designer Vera Noronha pode ser conhecido em www.iwantyouhappy.com e www.facebook.com/IWantYouHappyVN

texto por Filipe Teixeira; fotos por ‘I Want You Happy’
A OPINIÃO DE
José Luís Nunes Martins
Nestes dias incertos, peço-Te que me ajudes a ter mais confiança. A acreditar mais nas minhas forças e nos meus talentos.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
A grave pandemia que vivemos em emergência confina-nos em espaços fechados, mas esse estado, pela humanidade...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES