Na Tua Palavra |
D. Nuno Brás
Mudar o mundo

A nós, gente comum que não tem qualquer poder na cena internacional, ou mesmo nacional, parece que tudo quanto possamos fazer não muda nada, a não ser no que toca, eventualmente, à nossa salvação (o que não é pouco) ou ao bem-estar do próximo (o que é muito).

E, assim, vamo-nos queixando do mundo em que vivemos, sem valores, desorientado, vivendo para o momento, sem saber para onde ir.

É verdade que muitos são aqueles que dedicam tanto do seu tempo a ajudar o próximo, a minorar as suas necessidades. Percebemos que aquilo que fazemos é importante para quem ajudamos e para aqueles que ajudam. Mas poucas vezes nos damos conta de como é também importante para o mundo inteiro.

Esquecemos algumas realidades essenciais. Em primeiro lugar, esquecemos que o Deus único que em Jesus de Nazaré se fez um de nós, é comunidade: Pai, Filho e Espírito Santo. Depois, esquecemos essa realidade maravilhosa de, efectivamente, todos nos encontrarmos dependentes uns dos outros, mesmo na simples vida do dia-a-dia (tudo o que temos e o que usamos, mesmo nos gestos mais insignificantes, tem o contributo e a marca de outros).

Mas, depois, esquecemos que não é verdade que aquilo que fazemos de bem não tenha nenhuma influência no mundo. É que praticar o bem em favor de quem quer que seja não só muda a vida desse outro como faz a diferença para o mundo inteiro, para toda a sociedade em que vivemos. Ser bom, praticar o bem, ajudar os outros muda o mundo. É uma pequena revolução de que não podemos nunca desistir: por causa daquele que ajudamos mas, também, por causa do mundo em que vivemos.

A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
A encíclica «Fratelli tutti» (FT) é uma corajosa invocação de S. Francisco de Assis, a lembrar-nos que...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Deo gratias! No passado dia 10 de Outubro, foi beatificado Carlo Acutis, um jovem italiano de 15 anos, falecido em 2006.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES