Vocações |
Campanário e Estágio de Verão do Pré-Seminário de Lisboa
Rapazes põem a Palavra em prática contra a maré de indiferença
<<
1/
>>
Imagem

O Pré-Seminário de Lisboa organizou o Campanário (6 a 10 de julho) e o Estágio de Verão (29 de junho a 3 de julho). Dezenas de jovens rapazes, do 7º ao 11º ano de escolaridade, participaram nesta atividade e deixaram-se “tocar por Deus”. Nesta edição do Jornal VOZ DA VERDADE, publicamos um testemunho de um jovem participante no Campanário e de uma mãe que se tornou numa “aluna” do seu filho pré-seminarista ao escutar dele “tantas coisas sobre Jesus”.

 

Durante esta semana, de 6 a 10 de julho, no Seminário de Penafirme, pude receber a graça de estar em mais um campanário de Verão do Pré-Seminário. Digo que esta experiência foi uma graça porque, na minha opinião, os encontros mensais ao longo do ano e os campanários nas férias escolares são uma forma de nos deixarmos tocar por Deus, e, além disso, sentimo-nos motivados a colocar em prática o que Ele nos vai dizendo, o que é óptimo e não nos deixa ficar simplesmente pela teoria das coisas.

E foi exatamente isso que me saltou à vista, porque quando escuto a Palavra de Deus, é um pouco difícil escutá-la com o coração, é difícil guardá-la, existe sempre uma dificuldade em deixá-la trabalhar-me num primeiro momento. E por muito que eu fique comovido, interessado ou alegre, ou até mesmo que eu guarde a palavra, pô-la em prática é outra coisa, é já um outro passo. No Pré-Seminário, somos sempre chamados a “ganhar tempo” a escutá-la, a reflecti-la, a mastigá-la e a vivê-la. E nestes dias fomos convidados a olhar para essa nossa atitude, tanto perante a Palavra, como perante o que acontece em todo o mundo. O problema são as grandes marés da indiferença que tantas vezes nos afectam, como nos mostrava o tema deste campanário. Apesar de sermos capazes de nos comover, muitas vezes essa motivação inicial dura apenas uns instantes, e no fim, acabamos sem nada feito, fica tudo igual.

Neste encontro pudemos experimentar de vários modos o coração misericordioso de Deus e como Ele não desiste de nos amar. Pudemos, portanto, reconhecermo-nos amados por Ele e pudemos ver em nós essa ação de misericórdia de Deus para os outros, muitas vezes através de nós. Fomos então chamados a prestar ações de misericórdia, tanto àqueles que têm dificuldades na vida, como a doença, a solidão ou a dependência de outros (algo que fizemos nestes dias com as pessoas que visitámos em lares e centros de dia) como àqueles que, apesar de não se mostrarem em dificuldades, são postos na nossa vida de alguma forma e que por vezes são os que mais despercebidos passam por nós. E é aí que se encaixa o parágrafo anterior, pois quando nos pomos em ação, Deus faz de nós essas armas de misericórdia e consegue mudar a vida de imensa gente. Se o objectivo era crescermos como missionários da misericórdia, então parece-me que tal foi conseguido, pela sensibilidade e mudança de horizontes que este campanário nos proporcionou.

Despeço-me com um grande abraço.

 

Lukas Cipriano

Pré-seminarista

 

__________________

 

Somos pais de três filhos; a Sara, o Pedro e o Francisco. O mais novo frequenta o Pré-Seminário e acabou de participar no campanário de verão que se realizou de 6 a 10 de Julho em Penafirme.

Temos a plena consciência que educar é a nossa prioridade, tarefa que tantas vezes não se afigura nada fácil mas, por outro lado, nos faz sentir um grande privilégio em realizá-la. Agradecemos ao Senhor o dom maravilhoso que nos concedeu em sermos pais, amando e sentindo-nos amados pelos nossos filhos.

Nos tempos em que vivemos, a nossa preocupação como casal cristão que procura viver os valores do Evangelho, é proporcionar aos nossos filhos a descoberta nas suas vidas, do quanto Deus nos ama e de que como deve ser esse amor a orientar as nossas escolhas e a dar-lhes um sentido. Ao mesmo tempo reconhecemos as nossas fragilidades mas também essas nos levam a olhar esta missão com fé,  como podemos ler em Fil 4,13 “ Tudo posso naquele que me fortalece.”

Deste modo vamos fazendo caminho sem desanimar, recomeçando sempre, porque a presença do Senhor é constante em cada momento da nossa vida. E neste nosso caminhar temos encontrado uma preciosa ajuda por parte de toda a equipa dos senhores padres e colaboradores que integram o Pré-Seminário. Notamos que, cada vez que o nosso filho vem ao Pré e, em especial, neste último campanário, se verifica uma diferença na atitude, no crescimento, no compromisso em relação ao que o rodeia. Desta vez, ao partilhar connosco o que viveu estes dias, demos conta da forma empenhada como fez e continua a fazer esta experiência. Depois de nos falar da sua semana no Pré-Seminário dissemos-lhe como muitas vezes é ele a ensinar-nos tantas coisas sobre Jesus, que nos fazem sentir como que “alunos” dele. Sentimos que aprendemos muito com a caminhada que ele vai fazendo. Por causa de tudo isto, é de coração cheio que rezamos ao Senhor da Messe, confiando-lhe tudo o que somos e temos porque a nossa vida no conjunto das suas realidades, a Ele pertence.

A semente foi lançada. Aguardamos pacientemente os seus frutos, de acordo com o tempo de Deus e não com o nosso.

Um grande bem-haja, a todos os que dão a sua vida, aos que disseram “sim” e possibilitaram a realização deste campanário. Agradecemos muito, como pais, a vossa grande ajuda na nossa missão.
O Senhor vos abençoe! Ele, com o seu amor infinito, vos recompensará.
Saudações amigas!


Mãe de um pré-seminarista

fotos por Pré-Seminário de Lisboa
A OPINIÃO DE
Pe. Alexandre Palma
A ecologia parece um assunto novo. Ampliado pelo actual sobressalto ambiental, o termo e o tema determinam hoje muito da nossa agenda pública.
ver [+]

Pedro Vaz Patto
De entre os episódios de violência e perseguição contra cristãos, têm vindo em particular evidência nos últimos tempos os ocorridos na Nigéria.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES