Na Tua Palavra |
D. Nuno Brás
O Papa fala de Jesus

A revista Forbes publica todos os anos a lista das pessoas mais poderosas do planeta. De entre os homens, depois de V. Putin (1º lugar) e de B. Obama (2º lugar), surge o Papa Francisco (3º lugar).

Tenho a certeza de que o Papa pouco se importa com a lista da Forbes – a sua ação não é realizada com o objectivo de ser mais ou menos poderoso, mais ou menos influente na cena mundial.

Contudo, não deixa de ser estranho que, no meio de uma lista cheia de políticos ou multimilionários, surja o nome do Santo Padre, figura tão deslocada e tão fora do ambiente dos demais homens com poder. Com efeito, o Papa não é dono de nenhuma multinacional da qual retire dividendos económicos, com os quais possa influenciar o mundo das finanças; nem tem ao seu serviço nenhum exército que o torne temível; nem está à frente de nenhum grande país, com poder político sobre a vida de vários milhões de cidadãos. O Papa prega, tão simplesmente, em cada gesto, em cada palavra, o Evangelho de Jesus, o Ressuscitado.

É certo que o Santo Padre tem uma presença acolhedora, mas nem por isso menos exigente; vigorosa, mas também frágil e desconcertante, a olharmos para as modas do mundo. É também verdade que as suas palavras e os seus gestos poucos se atrevem a contradizê-los publicamente, mesmo que, na realidade, muitos dos que o louvam desse modo não pensem sequer por um momento em tomar a sério aquilo a que o Papa os convida. Contudo, não deixa de ser significativo este olhar que o mundo tem sobre o Papa Francisco.

É certo que nós, cristãos, não olhamos para o Santo Padre como se fosse um qualquer poderoso, ainda que mais humilde, ou mesmo como um simples líder espiritual. De pouco nos importam também as classificações das revistas. O nosso olhar só pode ser de fé.

No entanto, esta lista não deixa de ser significativa sobre a sede de Deus que o mundo contemporâneo mostra. O mundo vê de modo errado a figura de Pedro, mas não deixa de encontrar nela a resposta para tantas interrogações e apelos que encontra no seu coração. É que, muito simplesmente, o Papa fala de Jesus.

A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
A mais recente Encíclica do Papa Francisco, Fratelli Tutti é um documento notável, que “não pretende...
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Redigo estas notas em Dia Mundial das Missões, após ter participado na Tarde Missionária em Alfragide com o Dr.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES