Na Tua Palavra |
D. Nuno Brás
Uma peregrinação pelo mundo

As Jornadas Mundiais da Juventude passaram de há muito a constituir um evento único para os jovens cristãos do mundo inteiro. Contudo, são bem mais que um “evento”. São uma verdadeira peregrinação. Aliás, foi como peregrinação que S. João Paulo II as pensou.

No seu programa (já habitual de há algumas jornadas a esta parte) consta sempre um momento efectivo de peregrinação: uma caminhada a pé até ao lugar da vigília e da Eucaristia final com o Santo Padre. Por outro lado, as Jornadas têm elas próprias peregrinado pelos quatro cantos do mundo: desde as primeiras, em1986 em Roma, até este ano em Cracóvia (a diocese polaca de S. João Paulo II), as Jornadas já peregrinaram por Buenos Aires (Argentina), Santiago de Compostela (Espanha), Czestochowa (Polónia), Denver (Estados Unidos), Manila (Filipinas), Paris (França), Toronto (Canadá), Colónia (Alemanha), Sydney (Austrália), Madrid (Espanha) e Rio de Janeiro (Brasil).

Mas as Jornadas procuram, sobretudo, criar no espírito daqueles que nelas participam a percepção de que todos somos peregrinos neste mundo, ao encontro de Cristo. Com o coração em Cristo – porque Ele se faz peregrino connosco –, a Cristo queremos encontrar e com Ele queremos estar cada vez mais unidos, sem nunca esquecer que é a este mundo que urge anunciar o Evangelho.

Ao mesmo tempo que nos mostram o rosto jovem de uma Igreja verdadeiramente católica, espalhada por todos os continentes e nações, as Jornadas são, igualmente, um forte impulso a que cada um dos jovens regresse à sua terra com o Evangelho mais no coração. Para que isso aconteça, muito tem contribuído – não tenho dúvidas – a oração de todos os cristãos. As Jornadas Mundiais da Juventude são um verdadeiro momento de encontro com o Senhor, e de acolhimento da Sua Graça.

Apesar dos milhões que reúnem, as Jornadas passam habitualmente despercebidas nos Meios de Comunicação. É por isso que a todos convido a terem presentes nas suas orações os jovens que, ao longo desta próxima semana, peregrinos de Jesus Cristo, vão estar em Cracóvia juntamente com o Santo Padre.

A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Há poucos meses, a actual legislatura começou com a excitada prioridade dada à eutanásia travestida de morte clinicamente assistida.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Na normalidade possível da situação de pandemia que vivemos e das férias para quem delas puder usufruir,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES