Especiais |
Sugestões culturais (e não só)
Museus, app’s, livros e… brincadeiras para as suas férias
<<
1/
>>
Imagem

Visitas a museus e exposições, aplicações para smartphones para ter consigo os horários das Missas e as informações sobre o património religioso da cidade e também livros. São estas as sugestões do Jornal VOZ DA VERDADE para o mês de agosto, tradicionalmente o mês de férias. E há ainda diversas propostas dirigidas aos mais novos…

 

______________


VISITAS

Museu do Mosteiro de São Vicente de Fora

O Mosteiro de São Vicente de Fora, considerado um dos mais belos exemplares da arquitetura maneirista em Lisboa, pela sua escala e dimensões, alberga o Museu da Diocese de Lisboa, com a exposição dos Patriarcas, que pode ser visitado de terça-feira a Domingo, das 10h00 às 18h00 (última entrada às 17h00). É também possível visitar os Panteões dos Patriarcas e da Casa Real de Bragança. Possuindo uma vasta coleção de azulejaria, destaca-se ainda o núcleo museológico com as Fábulas de La Fontaine. Finalmente, desde o ponto mais elevado do mosteiro poderá usufruir de uma das mais belas vistas sobre a cidade e o Rio Tejo. Os preços para as visitas variam entre os 2,5¤ e os 5¤. É também possível realizar o percurso em visitas guiadas, que decorrem de terça-feira a sábado, das 10h00 às 18h00, mediante marcação prévia, através do site do Patriarcado de Lisboa (www.patriarcado-lisboa.pt).

Informações: 218810559 ou museu@patriarcado-lisboa.pt

 

Exposição ‘Madonna - Tesouros dos Museus do Vaticano’

Um conjunto de obras das coleções dos Museus do Vaticano estão expostas, pela primeira vez, no nosso país. É na exposição ‘Madonna - Tesouros dos Museus do Vaticano’, que está patente no Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, até setembro, e mostra cerca de 70 obras de pintura de proveniência italiana, representativas da Virgem Maria. “Pela primeira vez em Portugal, um conjunto de obras das famosas coleções dos Museus do Vaticano, especialmente da sua valiosa Pinacoteca, compõem uma exposição que inclui pinturas de Primitivos italianos (Taddeo di Bartolo, Sano di Pietro, Fra Angelico), de grandes mestres do Renascimento e do Barroco (Rafael, Pinturichio, Salviati, Pietro da Cortona, Barocci), além de notáveis tapeçarias e códices iluminados do acervo da Biblioteca Apostólica Vaticana. Completam este grupo algumas pinturas da Galleria Borghese (Venusti e Sassoferrato) e da Galleria Corsini (Gentileschi e Van Dyck). Num arco cronológico que vai do final da Antiguidade à época moderna, a iconografia da Virgem Maria é o grande eixo temático desta mostra, que engloba ainda um núcleo de obras de autores italianos oriundas de diversas instituições portuguesas, públicas e privadas”, refere um comunicado do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA).

Situada no Piso 0/Galeria de Exposições Temporárias do MNAA, a mostra ‘Madonna - Tesouros dos Museus do Vaticano’ pode ser visitada até ao dia 10 de setembro, de terça-feira a Domingo, entre as 10h00 e as 18h00. O bilhete normal custa 6¤.

Informações: 213912800 ou http://museudearteantiga.pt/exposicoes/madonna

 

Exposição ‘Corpus Christi. A procissão do Corpo de Deus’

O renovado claustro do antigo Convento da Graça, em Lisboa, apresenta a exposição ‘Corpus Christi. A procissão do Corpo de Deus’, com uma coleção de cerca de 1500 figuras de barro que reproduzem a visão pessoal de Diamantino Tojal sobre como a procissão do Corpo de Deus seria no século XVIII. A mostra reconstitui a exposição original apresentada em 1948 no Palácio Galveias. As peças fazem parte do acervo do Museu de Lisboa. São figuras simples, em barro não cozido, concebidas e moldadas à mão, entre 1944 e 1948, que têm sobretudo valor documental e são um contributo para a representação de costumes e tradições lisboetas.

A exposição ‘Corpus Christi. A procissão do Corpo de Deus’ tem entrada livre e pode ser visitada até dia 1 de outubro, de terça-feira a sábado, entre as 10h00 e as 17h30, e aos Domingos, das 10h00 às 18h00.

  

______________

 

APP’s

Missas em Lisboa

Nestas férias, leve no seu smartphone os horários das celebrações eucarísticas e das confissões, nas paróquias do Patriarcado de Lisboa, através da aplicação ‘Missas em Lisboa’. Disponível para sistemas operativos Android (Google Play) e iOS (iTunes), a app tem como principal funcionalidade a pesquisa das Missas pelo nome da paróquia, a partir da vigararia ou através da sua geolocalização. As últimas notícias da diocese e os vídeos das transmissões em direto estão também acessíveis na aplicação.

 

+ Quo Vadis

O Turismo do Patriarcado de Lisboa apresentou recentemente a ‘+ Quo Vadis’, uma aplicação para smartphones (iOS e Android), que fornece informação sobre o património religioso da cidade de Lisboa. Nesta app, encontra a descrição de igrejas e  de museus. Através da ‘+ Quo Vadis’ é ainda possível planear a sua visita, saber mais sobre cada local religioso, bem como sobre festas religiosas.

 

______________ 

 

LIVROS

Caminhos de Santa Maria - Fátima

Se nestas férias decidir conhecer melhor o nosso país, o livro ‘Caminhos de Santa Maria - Fátima’, da Paulus Editora, é uma ótima sugestão, uma vez que percorre Portugal através do património monumental de culto mariano, devoção pessoal e nacional do povo lusitano.

Informações: http://paulus.pt/caminhos-de-santa-maria

 

Papa Francisco, em Realidade Aumentada

A obra ‘Papa Francisco’, da autoria de Rita Carvalho e com ilustrações de Ricardo Drumond, foi publicada recentemente pela AAA Editores e percorre a história de vida e de serviço à Igreja de Jorge Mário Bergoglio. Nas últimas páginas, a publicação retrata ainda a presença do atual Papa em Portugal, a 12 e 13 de maio de 2017, para o Centenário das Aparições de Nossa Senhora, em Fátima. ‘Papa Francisco’ apresenta como novidade a possibilidade do acesso a conteúdos de Realidade Aumentada, tecnologia que permite uma visão ampliada à leitura, com ilustrações, imagens, vídeos e áudio.

No início de agosto, assinado pelos mesmos autores e com as mesmas características, será publicado o livro ‘Os Três Pastorinhos’, já com referência à canonização de Francisco e Jacinta Marto, a 13 de maio último, no Santuário de Fátima. Seguem-se ainda a publicação de outros títulos: ‘Papa João Paulo II’, ‘Papa Paulo VI’ e ‘Papa Bento XVI’.

Informações: www.aaaeditores.pt

 

______________

 

O que fazer para manter os miúdos entretidos nas férias?

A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN), no seu site (www.apfn.com.pt), deixou “várias sugestões para manter as tropas aí em casa entretidas, sozinhas, com os irmãos ou com toda a família”. O Jornal VOZ DA VERDADE publica algumas sugestões para fazer dentro e fora de casa. “Assim, o verão vai ser mais divertido e há algumas alternativas bem aliciantes aos computadores e telemóveis!”, salienta a associação.

 

- Montar uma tenda com lençóis – dentro de casa ou no quintal, ou construa um forte, no sofá.

- Escrever e mandar um postal ou carta, para amigos, para os avós – no tempo das sms, videoconferência e mensagens instantâneas, as crianças acabam por não saber enviar uma carta.

- Fazer bolachas caseiras – pode acrescentar ingredientes divertidos como pintarolas ou pepitas de chocolate! Fazer gelados caseiros também é uma boa alternativa!

- Fazer uma árvore genealógica da família, com fotos, nomes e datas – assim eles podem conhecer um pouco melhor as suas origens e histórias de família.

- Simular um telejornal – deixe-os preparar um guião cheio de notícias verdadeiras ou fictícias. Depois, vista-os a rigor, sentados atrás de uma mesa e assistam em família!

- Fazer um teatro de sombras – mantém os miúdos entretidos durante uma tarde inteira!

- Jogo de espião – se tiver um corredor em casa, cole fitas nas paredes e os miúdos devem atravessar todo o corredor sem tocar nas fitas! Será que alguém consegue?

- Organizar um concurso Masterchef Júnior – podem preparar um pequeno almoço diferente para toda a família, com fruta, ovos mexidos e panquecas!

- Conversem... sobre tudo – qual foi o dia mais feliz da vida deles? E o momento mais triste? Que fariam se fossem Presidentes por um dia? Que é que gostavam mesmo de fazer quando fossem crescidos? Onde é que iam se tivessem uma Máquina do Tempo? O que fariam com um milhão de euros?

- Transformar peças de roupa – com tesoura, linhas, missangas, fitas e botões, deem uma nova vida a peças de roupa antigas.

- Tarde de cinema – deixe as crianças escolherem o seu DVD preferido, prepare um balde de pipocas e aí está uma tarde de cinema perfeita!

- Desenhar com imaginação, em conjunto – porque não fazer um desenho diferente onde uma criança começa por fazer um traço, e de seguida passa a folha a outra criança que deverá dar continuidade a esse mesmo traço e assim sucessivamente.

- Passeio de bicicleta – pegue nas crianças, nas bicicletas, capacetes e joelheiras e aproveitem o bom tempo.

- Sessão nostalgia – onde estão os velhos álbuns de fotos e vídeos? Assistam juntos ou folheiem os álbuns de fotografias antigos e conte as histórias que estão por detrás.

- Recortes de revistas e jornais – desenhar um boneco e vesti-lo com roupa recortada das revistas ou fazer recortes e colagens.

- Jogar jogos em família – uma noite de jogos de tabuleiro ou um puzzle com mais de mil peças é uma ótima maneira de passarem o serão em família!

- Organizar um concurso de talentos – dançar, dar uma cambalhota, cantar, tocar um instrumento, contar uma anedota ou fazer a careta mais feia: tudo vale neste concurso. Faça de júri, dando pontuação a cada participação e aplauda para que todos se sintam estrelas.

- Brincar ao ‘faz de conta’ – seja a brincar aos médicos, às mercearias, às mães e aos filhos, aos super-heróis…

- Biblioteca – ler é sempre uma boa forma de os manter entretidos.

- Piquenique – uma toalha, uma geladeira cheia de petiscos, um parque bonito e uma boa sombra!

- Montar uma estação de lavagem para bicicletas e carro – ponha música mexida, dê-lhes um balde com água e sabão e espuma e faça um posto de lavagem.

- Voluntariado – “De pequenino se torce o pepino”. Informe-se junto às associações locais.

- Visitar Museus – no final, leve-os a comer um gelado ou ao parque, de forma a associarem o museu a outra experiência divertida.

- Peddy Paper (simples) – para não dar tanto trabalho, leve-os a um parque e peça para encontrarem os mais variados objetos (uma formiga, uma pedra, uma folha, um caracol, um baloiço, uma flor vermelha, um trevo, etc.)

 

Lista completa em: www.apfn.com.pt/documentos/Atividadesparamiudos.pdf

texto por Diogo Paiva Brandão
A OPINIÃO DE
José Luís Nunes Martins
Talvez ainda tenha oportunidade para me perguntar sobre o que andei a fazer durante tanto tempo. Por...
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Nestes tempos de pandemia têm surgido orientações e reflexões para a vida cristã em família, em comunidade,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES