Editorial |
P. Nuno Rosário Fernandes
Conhecer a verdade
<<
1/
>>
Imagem

Vamos assistindo, com muita frequência, nos novos areópagos da comunicação, a grandes discussões sobre diversas temáticas e, na maior parte das vezes, a muita gente que se pronuncia sobre tudo sem conhecer o que efetivamente é o assunto em causa. Hoje, sobretudo com a propagação das redes sociais, todos têm e fazem a sua opinião pública, seguindo na maior parte das vezes o que outros dizem e opinam, mas sem o conhecimento verdadeiro, aprofundado ou até confirmado do que se vai dizendo.

Vamos vendo, também, que cada vez menos se pensa e reflete porque a opinião pública vai-nos dando, já, tudo pensado e reflectido, de um modo, muitas vezes direcionado. Há pouca preocupação em querer conhecer, em ler, porque afinal já tudo nos é dado mastigado e nós, porque nos fomos habituando a isso, e talvez por preguiça ou inércia, só precisamos de fazer a digestão. Alegorias à parte, gostava de ajudar a perceber que precisamos de nos informar, esclarecer, aprender, estudar, aprofundar, conversar, dialogar, conhecer a verdade das coisas para que sejamos capazes de fazer as nossas sínteses esclarecidas sobre os assuntos.

No Jornal VOZ DA VERDADE vamos procurando trazer a informação necessária, através de artigos de opinião esclarecida, documentos publicados e reportagens que trazem a vida e a verdade dos acontecimentos. Queremos, por isso, ser instrumento que ajude a formar. 

Com muita frequência fazem-se também surgir questões laterais àquelas que são verdadeiramente importantes para distração das consciências. Surgem temas que se tornam polémicos, com a força e o impacto dos media, que contornam outras realidades para as quais todos devíamos estar verdadeiramente atentos.

O tema da Eutanásia está em cima da mesa e será que todos sabem o que isso significa? A Conferência Episcopal Portuguesa publicou no dia 8 de março de 2016 uma Nota Pastoral e um guia de perguntas e respostas sobre esta questão tão pertinente para a qual precisamos estar devidamente esclarecidos. Se ainda não conhece procure aqui: http://bit.ly/2sZZ4nd.

Mas não deixe de conhecer porque “Não se elimina o sofrimento com a morte: com a morte elimina-se a vida da pessoa que sofre”.

Na Tua Palavra
Ídolos vazios
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
O subtítulo de “Nós, os padres”, é algo despudorado: “11 padres confessam-se”!...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
«O reino de Deus é como um homem que lançou a semente à terra. Dorme e levanta-se, noite e dia, enquanto...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES