Bible Challenge |
Bible Challenge – nº29
Nuno Cunha, engenheiro informático
<<
1/
>>
Imagem
Video

Olá, o meu nome é Nuno. Antes de mais, agradeço à Maria este desafio e o ter-me colocado à prova, fazer-me questionar e pensar um bocadinho sobre uma leitura.

E a leitura que escolhi foi a do jovem rico, que nos diz: «Um jovem aproximou-se e disse a Jesus: ‘Mestre, o que devo fazer de bom, para alcançar a vida eterna?’ Jesus respondeu: ‘Porque me interrogas sobre o que é bom? Bom é só um. Se queres entrar na vida, guarda os mandamentos’. [O jovem diz que realmente já guarda os mandamentos e que cumpre com todos eles.] Então, Jesus diz: ‘Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no Céu; depois, vem e segue-Me’.» (Mt 19, 16-23)

Não sei porque é que escolhi esta leitura. Desconfio que tenha sido porque, na verdade, nunca pensei que ela fosse para mim. Sempre senti muita indiferença relativamente a esta leitura porque, na verdade, a minha família não é rica, eu não sou rico, e pensei: ‘Bem, isto não é para mim’. Mais tarde, quando se calhar a minha fé maturou um bocadinho, apercebi-me que o jovem e Jesus têm muito mais a dizer-nos. E, sem dúvida, uma das coisas que queria destacar é a necessidade de nos questionarmos e de não ficarmos demasiado confortáveis e estáticos. Porque, apesar de tudo, o jovem diz que já cumpria os mandamentos, mas a verdade é que sentiu que era necessário algo mais e questionou-se, e questionou Jesus de que forma é que poderia ser mais e ser melhor. Este é um ponto muito importante, realmente este magis de ser mais, de ser melhor e a importância que isto tem e que a mim me faz, a cada dia, pensar e tentar alcançar isso. Mas é de facto um caminho difícil, duro, e é preciso alguma humildade. E o jovem também nos vem demonstrar isso, porque não é fácil questionarmos quando estamos confortáveis. E ele estava confortável. E Jesus também nos dá um grande exemplo como caminho de humildade, que diz ‘Eu não sou bom, bom é só um, que é Deus’. Era isto que gostava de destacar nesta leitura, o facto de nos questionarmos, tentarmos ser mais e melhor e que depende de nós, de ter esta fé e de seguir Jesus.

Agora passo este desafio ao meu amigo Diogo Ai, que também tem um caminho de fé muito interessante e certamente nos dará uma perspetiva interessante da leitura que escolher. Obrigado.


Na Tua Palavra
Cultura do desporto
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Recentemente foi tornado público um importante e profundo documento do Vaticano sobre “Considerações...
ver [+]

Guilherme d'Oliveira Martins
«A Anunciação a Maria» de Paul Claudel (1868-1955), traduzida para português por Sophia de Mello Breyner...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES