Bible Challenge |
Bible Challenge – nº34
Francisca Ferreira Marques, estudante de Direito
<<
1/
>>
Imagem
Video

Olá, eu sou a Francisca. Queria começar por agradecer ao Tiago Roque pela oportunidade e pelo desafio. Oportunidade de me debruçar sobre a Palavra de Deus, que ilumina sempre tanto a nossa vida; e pelo desafio, que foi escolher uma que mais me marcasse e tentar explicar o porquê.

A passagem que eu escolhi é de Mateus, capítulo 9, versículos 9 a 13. «Partindo dali, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado no posto de cobrança, e disse-lhe: ‘Segue-Me!’ E ele levantou-se e seguiu-O. Encontrando-se Jesus à mesa em sua casa, numerosos cobradores de impostos e outros pecadores vieram sentar-se com Ele e seus discípulos. Os fariseus, vendo isto, diziam aos discípulos: ‘Porque é que o vosso Mestre come com os cobradores de impostos e os pecadores?’ Jesus ouviu-os e respondeu-lhes: ‘Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Ide aprender o que significa: “Prefiro a misericórdia ao sacrifício”. Porque Eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores’.» (Mt 9, 9-13)

Eu escolhi esta passagem porque me marca especialmente. Eu encontrei-a num caderno que tenho e fui logo transportada para a sensação e o sentimento que senti quando me confrontei com ela pela primeira vez, que é de um espanto cativante, desta lógica que Jesus traz: Deus faz-se Homem e vem e está à mesa com os excluídos, com os marginalizados, com os que a sociedade põe de lado. Isso realmente é um pensamento ‘fora da caixa’ e que espanta – tal como me espanta hoje, espantava as pessoas da altura e por isso é que os fariseus fazem esta pergunta. A mim cativa-me especialmente porque me ilumina na missão, e na missão que eu acho que Deus me confia, de ir às periferias, como o Papa Francisco também nos tem incentivado, e no Ano da Misericórdia, de tocar o outro e as feridas dos outros, e perceber que todos nós também somos estes pecadores e estes cobradores de impostos em algumas alturas da nossa vida e nalguns âmbitos da nossa vida. Por isso, ilumina-me especialmente e dá-me muita vontade de responder positivamente a este convite de amizade que Jesus nos faz, com Ele, para nesta presença e escuta conseguirmos ser como Ele. É uma passagem que mostra uma característica de Jesus que me cativa bastante e que me faz querer identificar-me com Ele profundamente e ser talvez, também eu, um pouco ‘fora da caixa’. E é um grande desafio!

E agora, para este desafio do Bible Challenge, desafio o padre Miguel Ribeiro.

 

Na Tua Palavra
Por um copo de água
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
P. Duarte da Cunha
Asia Bibi, uma cristã paquistanesa, foi acusada de blasfémia em 2009 e condenada à morte por enforcamento.
ver [+]

Isilda Pegado
1 – Já vai sendo um hábito que o ano de trabalho pró-Vida seja lançado pela “Caminhada pela Vida”.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES