Bible Challenge |
Bible Challenge – nº35
Padre Miguel Ribeiro, Espiritano
<<
1/
>>
Imagem
Video

Olá, sou o padre Miguel, sou Missionário do Espírito Santo. Quero começar por agradecer à Francisca mais um desafio que ela me lançou e mais um que eu aceito e espero assim continuar a fazê-lo.

A leitura que eu escolhi para partilhar convosco marcou a minha entrada no seminário, por isso ela é significativamente importante para mim. Está no livro do Êxodo, no capítulo 3, versículos 7 a 12. E diz assim: «O Senhor disse: ‘Eu vi, eu vi a miséria do meu Povo que está no Egipto, ouvi o seu grito por causa dos seus opressores, pois Eu conheço as suas angústias. Por isso, desci a fim de libertá-lo da mão dos egípcios, e para fazê-lo subir desta terra para uma terra boa e vasta, terra que manda leite e mel, lugar dos cananeus, dos heteus, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus. Agora, o grito dos israelitas chegou até Mim. E também vejo a opressão com que os egípcios os estão oprimindo. Vai, pois, eu te enviarei ao faraó, para fazer sair do Egipto o meu Povo de israelitas’. Então, disse Moisés a Deus: ‘Quem sou eu para ir ao faraó e fazer sair do Egipto os irsraelitas’. Deus disse: ‘Eu estarei contigo. Este será o sinal de que eu te enviei. Quando fizeres o Povo sair do Egipto, vós servireis a Deus nesta montanha’». (Ex 3, 7-12)

Esta leitura ouvi-a num momento em que estava em Angola, em 2002, como leigo, ainda, e o padre Viana, superior da missão de Malange, partilhava os ecos da última visita que tinha feito à comunidade onde já não ia há cinco anos, de como as pessoas caminhavam dois e três dias para ir ter com o seu missionário, para ir à Missa. Pois, é este o grito do povo, que eu ouvi naquele tempo e que disse: ‘Pois, o Senhor se calhar quer outra coisa para mim que não a vida familiar’. Entrei então para o seminário Espiritano, depois fiz a formação e hoje sou missionário, como o padre Viana, para responder ao grito do Povo de Deus. Estamos a viver este ano olhando para a Palavra de Deus como o lugar onde nasce a fé, pois é também aí que nasce a vocação, a vocação que nos chama à felicidade, ao serviço dos outros, ao serviço do Povo de Deus.

E neste serviço está também a pessoa que eu vou desafiar agora: desafio o nosso Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa D. Joaquim Mendes.

 

Na Tua Palavra
Por um copo de água
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
P. Duarte da Cunha
Asia Bibi, uma cristã paquistanesa, foi acusada de blasfémia em 2009 e condenada à morte por enforcamento.
ver [+]

Isilda Pegado
1 – Já vai sendo um hábito que o ano de trabalho pró-Vida seja lançado pela “Caminhada pela Vida”.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES