Lisboa |
Comunidade Vida e Paz apresenta Relatório de Atividades e Contas de 2018
Distribuídas 140 mil ceias às pessoas em situação de sem-abrigo
<<
1/
>>
Imagem

Ao longo do ano passado, a Comunidade Vida e Paz distribuiu 140 mil ceias às pessoas em situação de sem-abrigo. A informação consta do Relatório de Atividades e Contas de 2018 da instituição tutelada pelo Patriarcado de Lisboa, divulgado no passado dia 28 de junho.

Segundo a Comunidade Vida e Paz, ao longo do ano passado, além das 140 mil ceias, a instituição encaminhou 622 pessoas, colocou 265 utentes em programa terapêutico e 140 em programa de reinserção. “Em 2018, demos mais um passo alargando a intervenção ao concelho da Amadora e, com a ajuda da autarquia, foi possível reforçar o trabalho de rua ali desenvolvido com um espaço de atendimento. Desta forma procurámos oferecer a possibilidade de um atendimento sem que as pessoas tivessem que se deslocar a Lisboa”, escreveu o presidente da direção da Comunidade Vida e Paz, Horácio Félix, no relatório. De acordo com este responsável, na Damaia foi possível “reabilitar aquele que foi o primeiro apartamento da Comunidade e transformá-lo em apartamento de alojamento temporário”. “Finalmente conseguimos complementar o trabalho de rua e de acompanhamento feito pelas equipas e Espaço Aberto ao Diálogo com a hipótese de alojamento para as pessoas que connosco iniciam o seu processo de inserção social. Assim materializámos também uma das respostas mais necessárias e elencadas na Estratégia Nacional da qual fazemos ativamente parte”, acrescentou.

O ano passado, a missão da instituição tutelada pelo Patriarcado de Lisboa ficou também marcada pelo projeto ‘Frescos comVida’. “Arriscámos e lançámos o projeto ‘Frescos comVida’. Através deste negócio social não só podemos potenciar e explorar os recursos que temos em termos de área agrícola, como estamos a criar também oportunidades de emprego e mais uma área ocupacional para os utentes em tratamento e em processo de capacitação. Em simultâneo contribuímos ativamente para um desenvolvimento mais sustentável praticando uma agricultura em modo biológico e proporcionamos aos nossos clientes e parceiros a possibilidade de consumirem produtos de qualidade e mais saudáveis”, salienta Horácio Félix.

A Comunidade Vida e Paz gasta mais de 54800 litros de leite por ano, leite esse que é destinado às pessoas em situação de sem-abrigo contactadas pelas Equipas de Rua e aos utentes em programa nos centros. “No ano passado distribuímos cerca de 140 000 ceias, sendo que foram gastos mais de 3000kg de recheios para as sandes (manteiga, fiambre, queijo, mortadela, marmelada, entre outros)”, lembra a instituição, em comunicado, apelando ainda aos donativos: “Neste momento estamos praticamente sem nenhum destes bens alimentares e por isso precisamos da sua ajuda para continuarmos a cumprir a nossa missão de reconstruir sentidos de vida! Apelamos à solidariedade de todos os que possam contribuir através de uma recolha de bens alimentares!”.

Informações: www.cvidaepaz.pt

Na Tua Palavra
Não nos separemos d’Ele!
por D. Nuno Brás
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Na semana passada li uma entrevista com um candidato a deputado (cabeça-de-lista) pelo circulo eleitoral do Porto.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Com “missão nas férias” não quero propor programas de férias missionárias, nem dizer que a missão está de férias.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES