Entrevistas |
Nuno Rosário, membro dos ?Christian Surfers Portugal?: Surfar na onda de Cristo (com vídeos)
<<
1/
>>
Imagem
Durante o dia, veste fato e gravata e trabalha num banco! Nos tempos livres, veste outro fato: o de surfista. Nuno Rosário é membro dos Christian Surfers Portugal e colaborou na edição da Bíblia do Surfista na colecção ‘a Bíblia para todos’, da Sociedade Bíblica. Em entrevista à VOZ DA VERDADE, confessa: “Eu sou tão apaixonado por Deus, que se falasse de um crédito à habitação não falava com tanta paixão”.

Parte 1:

 

Os ‘Christian Surfers’ são uma organização que foi convidada para colaborar com a Sociedade Bíblica no projecto ‘a Bíblia para todos’. Quem são os ‘Christian Surfers’?

Os ‘Christian Surfers’ são uma organização que nasceu na Austrália, nos finais da década de 70, que está espalhada por vários países do mundo e que tem por finalidade aproximar as pessoas que têm ou querem ter um relacionamento com Deus aliado a esta paixão pelo surf. É algo que há uns anos a esta parte tem tido um crescimento significativo, também em Portugal.

 

E o Nuno, como surge nesta história?

Sempre tive toda a minha vida ligado ao mar… fiz caça submarina durante vinte e muitos anos, faço natação e pratico surf há 16 anos. Gosto também de jogar ténis uma vez por semana, mas foi o mar que sempre me agarrou e acabei por ser conquistado pelo surf.

Apesar de ter tido uma educação católica, sempre me senti distante de Deus, até que um dia fui convidado a reunir-me com uns amigos para falar da Bíblia, de Deus. Aceitei o desafio, mas respondi: ‘Está bem, eu vou, mas se começarem a falar muito da Bíblia ou de Deus eu levanto-me e venho-me embora’. E, de facto, levantei-me… mas só no final. E perguntei logo quando era a próxima reunião! Ali encontrei um novo relacionamento com Deus e com a Bíblia: uma Bíblia e um Deus que nunca me tinham sido apresentados de outra forma e desde então comecei a interessar-me pelo estudo de uma história que tem mais de dois mil anos e que se mantém até hoje. Interessei-me por uma história viva!

Posso, sem dúvida, dizer que este meu novo relacionamento com Deus mudou também o meu relacionamento com as pessoas. No dia-a-dia, tenho uma postura completamente diferente.

 

Ao longo do ano passado, os “Christian Surfers” realizaram grupos de encontro onde foram abordados temas relacionados com Cristo, com a Bíblia e com a espiritualidade. Que tipo de evangelização procuram realizar e que adesão têm tido por parte dos surfistas?

Nós fizemos um ‘Surf camp bíblico’, na Ericeira, e foi um sucesso. Não só porque teve sempre sol e altas ondas, mas especialmente porque houve música, leitura da Bíblia e o partilhar de testemunhos. Houve sempre muita comunhão entre todos! Fizemos também uma actividade semelhante no Porto, com cento e muitas pessoas, que também foi extraordinário. O sucesso destes encontros deve-se a este ambiente diferente, ao facto de as pessoas estarem mais à vontade e de poderem fazer perguntas.

No futuro, temos ideias de ir para Sul para podermos abranger todo o país. Mas enquanto isso não se realiza, mantemos as nossas reuniões semanais, às terças-feiras, em Cascais, onde lemos a Palavra e estamos reunidos em comunhão, vemos um filme de surf e estamos todos juntos a falar das paixões que nos unem: o surf e Cristo!

 

Como nasceu a ideia de fazer a ‘Bíblia do surfista’, numa parceria com a Sociedade Bíblica?

A ‘Bíblia do surfista’ já existe em outros países como o Brasil, a Austrália ou os Estados Unidos, feita nuns moldes semelhantes e com uma capa diferente daquela que estamos habituados a ver numa Bíblia: uma capa de plástico com ondas e recheada com testemunhos. Com a colaboração preciosa da Sociedade Bíblica, o sonho tornou-se realidade e conseguimos publicar a ‘Bíblia do surfista’ em português.

Apesar de ser uma Bíblia para surfistas, com fotografias, testemunhos e introduções numa linguagem mais corrente, há o rigor na Palavra. Procurámos não utilizar termos de ‘calão’, sendo que os textos bíblicos são rigorosos. É uma obra cativante e de fácil acesso! Porque esta herança que recebemos de Deus não está longe, é acessível a todos e qualquer pessoa a consegue entender. A própria Bíblia diz que “o Evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê” (Rm 1, 16).

 

Religião e surf. Para a maioria das pessoas, não há qualquer ligação entre estas duas realidades. Como explica então a relação entre o surf e a religião?

Há uma expressão muito interessante que os surfistas dizem: ‘Only the surfers know the feeling’, ou seja, ‘só os surfistas têm o sentimento do que é surfar, da paixão do surf’. O que é deixar as namoradas na areia e ir surfar, o que é apanhar frio para poder surfar.

É algo transcendente que chama mais para este desporto do que para outro qualquer. Surfar é uma sensação extraordinária, mas o melhor disso tudo é surfar e estar em sintonia com Deus, com quem criou o vento, com quem criou o mar, com quem criou todas as coisas. Ter estas duas paixões juntas no mesmo local é fantástico! E enquanto estamos no mar à espera da onda, estarmos ali a rezar, a orar a Deus, a agradecer a Deus por ter criado todas estas coisas. É uma comunhão que só se pode encontrar se juntarmos o surf e a religião!

 

Numa sociedade cada vez mais laica, encontrar conforto espiritual é semelhante a encontrar a ‘onda perfeita’? Ou o mar religioso está cada vez mais ‘flat’ (sem ondas)?

A pergunta é muito pertinente. Nestes dias que correm é com alguma tristeza que vejo que cada vez mais as pessoas se prendem às coisas materiais e se preocupam menos com a questão espiritual, com o ter um relacionamento com Deus. E no mundo em que vivemos hoje em dia, a ‘Bíblia do surfista’ é, para mim, como um oásis no deserto: desde as reuniões, até o facto de haver cada vez mais jovens a querer ter um relacionamento com Deus e termos uma ferramenta que lhes podemos dar e dizer: ‘Está aqui algo que vai mudar a tua vida, como mudou a minha!’. É de facto algo extraordinário, num mundo em que a Terra geme de dor, porque nós vemos catástrofes, vemos atentados, vemos morte e podermos ter algo que é gratuito, que foi dado por Deus. Através da Bíblia, podemos conhecer o Criador de todas as coisas e seu filho, Jesus Cristo.

Acredito por isso que com Jesus Cristo o mar nunca está ‘flat’. Nós vamos para o mar com a ânsia de apanhar ondas, mas se quando chegarmos não houver ondas, se estiver um vento ‘on-shore’, aquele vento de sul que vem do mar, nós não ficamos tristes. Aceitamos… O Criador deu-nos a permissão de termos ondas para surfar e nós temos de aceitar, até mesmo quando está ‘flat’. Isto para dizer que temos de aceitar sempre a vontade de Deus, mesmo nesse aspecto. Por isso quem tem Deus, nunca tem problemas de ‘on-shore’, nunca tem problemas de ‘flat’, nunca tem problemas se há uma prancha que parte, porque foi Deus que nos deu aquela prancha e é Deus que nos vai dar outra prancha.

Antes de terminar, queria deixar uma mensagem e pedir às pessoas que acreditem e tenham fé, e que nunca deixem de acreditar! Queria também agradecer a um amigo muito especial: ‘Obrigado Jesus!’.


Parte 2:


Perfil

Bancário de profissão, Nuno Rosário é surfista nas horas vagas e pertence aos ‘Christian Surfers International’ de Portugal. A entrevista à VOZ DA VERDADE foi dada em plena praia de Carcavelos. Já sem o fato, Nuno sente-se mais aliviado: “Ainda bem que já tirei a gravata, que não faz parte da minha vestimenta do dia-a-dia, mas que é algo que tenho de usar por causa da minha profissão”.

Casado com Gabi, tem “duas filhas lindíssimas”, a Mariana e a Sofia. Além dos Christian Surfers, Nuno Rosário é membro activo da paróquia de São Pedro da Ericeira onde desenvolve trabalho pastoral junto dos jovens.



Informações:

Blogue dos ‘Christian Surfers Portugal’: http://csportugal.blogspot.com/

a Bíblia para todos: http://www.abibliaparatodos.pt/

João Carita
A OPINIÃO DE
Guilherme d'Oliveira Martins
A encíclica «Fratelli tutti» (FT) é uma corajosa invocação de S. Francisco de Assis, a lembrar-nos que...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Deo gratias! No passado dia 10 de Outubro, foi beatificado Carlo Acutis, um jovem italiano de 15 anos, falecido em 2006.
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES