Lisboa |
Conferência Episcopal Portuguesa
Paliativos são “único caminho realmente humano”
<<
1/
>>
Imagem

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) reforçou que os cuidados paliativos são “o único caminho realmente humano e humanizador”. “A resposta às situações difíceis só pode e deve ser o desenvolvimento e a generalização desses cuidados, dentro duma sociedade e dum Estado que se tornem também ‘paliativos’, isto é, envolventes e cuidadores de cada pessoa, em especial das mais debilitadas. Este é o único caminho realmente humano e humanizador que devemos seguir e onde há muito para andar”, frisou D. Manuel Clemente, a propósito da eutanásia, no discurso de abertura da 197ª Assembleia Plenária da CEP, que decorreu em Fátima, de 11 a 14 de novembro.

Na sua intervenção, o prelado lembrou ainda que Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2022 é uma “oportunidade evangelizadora” e um “desafio”. “Também para o País e para além dos limites confessionais, será uma boa altura de rejuvenescimento sociocultural”, apontou. Sobre o Ano Missionário, D. Manuel Clemente convidou a “potenciar mutuamente a missão ao perto e a missão ao longe”, enquanto sobre a canonização de São Bartolomeu dos Mártires lembrou que a Igreja precisa de “pastores à altura da evangelização que nos reclama”.

A OPINIÃO DE
Pedro Vaz Patto
De entre as muitas mensagens que recebi sobre a pandemia do Covid-19, uma reteve especialmente a minha...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Onde está a Igreja nesta guerra mundial, que é a pandemia do coronavírus? Está, como sempre esteve, na...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES