Lisboa |
Eutanásia
“A atitude correta é estar ao lado de quem sofre”, lembra Cardeal-Patriarca
<<
1/
>>
Imagem

O Cardeal-Patriarca de Lisboa considera que o tema da legalização da eutanásia “não se pode tratar de ânimo leve”. “A atitude correta que devemos ter é estar ao lado de quem sofre, para que essa última fase da sua vida – com tudo aquilo que os cuidados paliativos também podem e devem fazer, quando generalizados e aplicados –, seja uma fase positiva”, referiu D. Manuel Clemente, em declarações à Agência Ecclesia.

A Assembleia da República agendou para dia 20 de fevereiro o debate dos projetos do BE, PS, PAN e PEV sobre a despenalização da eutanásia em Portugal. O Cardeal-Patriarca lembrou que está em causa “a vida, o seu significado, sobretudo quando está mais fragilizada”. “[A despenalização da eutanásia] Pode ser episodicamente aprovada, mas nós cá estamos, como seres humanos, nesta frente comum por uma humanidade melhor”, garantiu, destacando que a prioridade é que a sociedade seja “toda ela paliativa”, ou seja, uma sociedade “que abriga, que acolhe, que envolve”.

A OPINIÃO DE
P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Onde está a Igreja nesta guerra mundial, que é a pandemia do coronavírus? Está, como sempre esteve, na...
ver [+]

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
Na impossibilidade de celebrações eucarísticas presenciais, em boa hora a Conferência Episcopal Portuguesa...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES