Roma |
Regina Coeli, no Vaticano
Papa: “Estou próximo de todos os doentes”
<<
1/
>>
Imagem

No contexto do Dia Mundial da ONU contra a malária, o Papa não esquece os que sofrem com esta doença e apelou à prevenção: “Enquanto combatemos a pandemia do coronavírus, devemos prosseguir no empenho para prevenir e curar a malária que ameaça biliões de pessoas em muitos países. Estou próximo de todos os doentes, de todos os que os cuidam e dos que trabalham para que todas as pessoas tenham acesso a bons serviços sanitários de base”, afirmou o Santo Padre, no final da oração ‘Regina Coeli’ deste Domingo, 26 de abril.

Francisco desafiou ainda os fiéis a descentrarem-se “do seu ego, das desilusões do passado e dos ideais não realizados”, para olharem a realidade maior e mais verdadeira da vida: “Jesus está vivo e ama-me”. O Papa propôs “uma inversão de marcha” para se passar dos “se” ao “sim”, porque “ao escolher a via de Deus e não a do ego, a via do sim e não a do se, descobriremos que não há imprevistos, dificuldades ou escuridão que não se possam enfrentar com Jesus”.

A OPINIÃO DE
P. Manuel Barbosa, scj
No momento em que traço estas notas, o mundo anda em rebuliço: vastíssimos incêndios a ceifar vidas...
ver [+]

António Bagão Félix
Escreveu Miguel Torga na sua carta ao romancista e poeta brasileiro Ribeiro Couto (“Traço de...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES