Lisboa |
Pessoas sem-abrigo
Pandemia não muda meta de 2023
<<
1/
>>
Imagem

O gestor da Estratégia Nacional de Integração dos Sem-abrigo assumiu que, apesar da pandemia, se mantém o objetivo de deixar de ter pessoas em situação de sem-abrigo até ao ano de 2023. “Nós não temos de ter medo, pelo contrário, temos de ser ousados, colocar uma meta e responder por ela. Não tendo metas, o risco que corremos é normalizar a situação e a situação nunca pode ficar normalizada”, referiu Henrique Joaquim, na entrevista semanal conjunta à Renascença e Ecclesia. O antigo responsável pela Comunidade Vida e Paz admite que é uma meta “ambiciosa”, mas considera que é também fundamental para sustentar a convicção de que “a situação sem-abrigo é uma situação reversível”.

foto por Sofia Moreira/RR
A OPINIÃO DE
António Bagão Félix
Há poucos meses, a actual legislatura começou com a excitada prioridade dada à eutanásia travestida de morte clinicamente assistida.
ver [+]

P. Manuel Barbosa, scj
Na normalidade possível da situação de pandemia que vivemos e das férias para quem delas puder usufruir,...
ver [+]

Visite a página online
do Patriarcado de Lisboa
Galeria de Vídeos
Voz da Verdade
EDIÇÕES ANTERIORES